Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Confiança dos empresários do comércio de São Paulo fica estável em dezembro 09/01/2013

São Paulo - Os comerciantes paulistas permaneceram otimistas em relação à análise do setor e da economia do país no último mês do ano passado. O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) de dezembro, apurado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), ficou relativamente estável, passando de 120,2 pontos em novembro para 120,1 pontos. O Icec é medido em uma escala que varia de 0 a 200 pontos e denota otimismo quando fica acima dos 100 pontos.

"É um resultado positivo diante do cenário econômico. Apesar de a economia estar demonstrando sinais de desaceleração, o comércio vem respondendo positivamente", avaliou Guilherme Dietze, assessor econômico da FecomercioSP. Ele considera que esse patamar de satisfação se mantém, principalmente, porque o nível de consumo das famílias está em alta.

Dietze cita outro indicador da federação, que mede a intenção de consumo das famílias, para justificar a posição otimista dos empresários. "A Intenção de Consumo das Famílias [ICF] vem apresentando alta e em dezembro bateu 141 pontos. As famílias continuam mantendo seu nível de renda, de emprego, o crédito está sendo facilitado, a taxa de juros está menor, isso favorece sim o consumo das famílias e atinge o comércio de forma forte", explicou.

Durante todo o ano de 2012, o índice manteve-se em um patamar positivo, com uma média de 118 pontos, informou o assessor. "O menor indicador do ano foi em julho, com 105 pontos, mas nos outros meses ficou entre 119 e 121 pontos. Foi positivo, porque manteve uma estabilidade diante do cenário. Mas essas incertezas não deram espaço para um crescimento maior", avaliou.

O indicador de maior destaque positivo nessa apuração foi o item que avalia a satisfação do empresário com as condições atuais, que subiu 4,5%. Para 61,29% dos comerciantes, as condições atuais da sua própria empresa melhoraram. A situação atual da economia também está melhor para 45,48% dos entrevistados. As condições do setor, por sua vez, são avaliadas positivamente por 45,97% dos empresários.

"Obviamente que isso tem a ver com o melhor momento de vendas para o comércio varejista, que é o Natal", destacou Guilherme Dietze. Ele aponta, no entanto, que a avaliação dos empresários sobre as condições atuais ainda está abaixo dos 100 pontos. "Há muitas mudanças na economia, com o governo intervindo no mercado, aumentando e reduzindo impostos. Isso mostra um sinal de incerteza para a economia e interfere no indicador", justificou.

O Índice de Expectativa do Empresário do Comércio (Ieec), que também compõe o Icec, teve queda de 2,3%, ao atingir 152,3 pontos ante os 155,8 de novembro. O Índice de Investimento do Empresário do Comércio (Iiec) apresentou retração de 0,8%, passando de 112,8 para 111,5 pontos.

De acordo com o assessor econômico, o indicador mostra que os empresários estão otimistas quanto ao cenário futuro. "Eles ainda estão sentido o baque da economia, mas, em um futuro próximo, a expectativa é de algo positivo, de contratação de funcionários, de investimentos nas empresas", projetou.

A pesquisa aponta que 89,18% dos empresários acreditam que a própria empresa deve crescer nos próximos meses. Também é alto o percentual de comerciantes (77,82%) que pretendem aumentar o quadro de funcionários. Quase 60% dos entrevistados também querem ampliar o nível de investimentos da empresa. (da Agência Brasil, Camila Maciel)



Últimas

2021/01/21 » Entidades consideram acertada manutenção da Selic em 2% ao ano
2021/01/21 » Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
2021/01/21 » Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
2021/01/20 » ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
2021/01/20 » Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC
2021/01/20 » Confiança do empresário do comércio cai 2,2% em janeiro, diz CNC
2021/01/19 » CNI: faturamento da indústria cai pela primeira vez em sete meses
2021/01/19 » Produção de aço caiu 4,9% em 2020, informa o Instituto Aço Brasil
2021/01/19 » Atividade econômica tem alta de 0,59% em novembro, diz Banco Central
2021/01/19 » Atividade industrial desacelera em novembro de 2020
2021/01/18 » Saiba o que é a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)
2021/01/18 » China contribuiu com mais da metade do superávit comercial do Brasil
2021/01/18 » Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões
2021/01/15 » MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
2021/01/15 » BNDES financia segunda usina termelétrica no Porto do Açu
2021/01/15 » IBGE: indústria cresce em dez dos 15 locais pesquisados em novembro
2021/01/14 » Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020
2021/01/14 » Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos
2021/01/14 » IBGE: safra de 2021 deve superar recorde de 2020
2021/01/14 » Veja o que pode e o que não pode no Enem 2020

Ver mais »