Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Emprego na indústria registra queda de 1,4% em 2012, diz IBGE 08/02/2013

Rio de Janeiro – O emprego na indústria brasileira registrou queda de 1,4% em 2012, com taxas negativas em 12 dos 14 locais pesquisados, de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário (Pimes), divulgada hoje (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

São Paulo (-2,6%) apontou o principal impacto negativo no total da indústria, seguida da Região Nordeste (-2,7%), Rio Grande do Sul (-1,9%), Santa Catarina (-1,1%), Bahia (-2,6%) e Ceará (-2,5%). Os resultados positivos vieram do Paraná (2,2%) e de Minas Gerais (0,8%). Ainda nessa comparação, o valor da folha de pagamento real cresceu 4,3%, com taxas positivas em todos os 14 locais investigados, com destaque para São Paulo (2,1%), Paraná (9,5%), Minas Gerais (6,4%), Região Norte e Centro-Oeste (7,2%), Região Nordeste (5,1%), Rio de Janeiro (5,5%), Santa Catarina (5,4%) e Rio Grande do Sul (4,1%).

Na comparação com dezembro de 2011, o emprego na indústria registrou queda de 1,3%. Esse foi o 15º resultado negativo consecutivo nesse tipo de comparação e o mais intenso desde setembro último (-1,9%).

A redução ocorreu em 13 dos 14 locais pesquisados. O principal impacto negativo foi observado na Região Nordeste (-3,8%), seguido de São Paulo (-1,2%), Rio Grande do Sul (-4,2%) e Pernambuco (-5,7%). O Paraná (0,7%) apontou a única contribuição positiva sobre o emprego industrial do país. Ainda na comparação com dezembro de 2011, o valor da folha de pagamento real cresceu 8% em dezembro de 2012, 36º resultado positivo consecutivo nesse tipo de comparação.

A pesquisa mostra também que o total do pessoal ocupado na indústria em dezembro mostrou variação negativa de 0,2% ante novembro passado. Em termos setoriais, as principais influências negativas vieram de vestuário (-9,7%), calçados e couro (-7,9%), têxtil (-7,7%), outros produtos da indústria de transformação (-4,3%), meios de transporte (-2,7%), madeira (-9,2%) e metalurgia básica (-5,4%). Já a atividade de alimentos e bebidas subiu 4,9% e foi o principal resultado positivo no mês.

O total do pessoal ocupado assalariado recuou em 13 dos 18 ramos pesquisados em dezembro, na comparação com novembro. A principais contribuições negativas vieram de vestuário (-8,6%), têxtil (-7,4%), calçados e couro (-5,4%), meios de transporte (-2,5%), outros produtos da indústria de transformação (-3,7%) e madeira (-7,7%). O principal impacto positivo foi observado no setor de alimentos e bebidas (3,2%).

O valor da folha de pagamento real dos trabalhadores da indústria caiu 2,3% em dezembro passado após avançar 7,9% em novembro. Os principais resultados negativos vieram do setor extrativo (-6%) e da indústria de transformação (-2,7%). (da Agência Brasil, Flávia Villela)



Últimas

2020/07/16 » Covid-19: 80% dos executivos no país esperam queda na receita em 2020
2020/07/16 » Cartórios passam a monitorar violência patrimonial contra idosos
2020/07/16 » Saiba como fazer o teste diagnóstico de covid-19 pelo plano de saúde
2020/07/14 » Parcela de petróleo da União por contratos de partilha cresce 50%
2020/07/14 » UFMG faz campanha para ampliar acesso de alunos a aulas remotas
2020/07/14 » Setor de segurança tem alta de 40% na busca por tecnologia inteligente
2020/07/13 » Saiba como funciona o ITBI
2020/07/13 » Estatuto da Criança e do Adolescente completa 30 anos
2020/07/13 » Caixa inclui custo com cartório e ITBI em financiamento imobiliário
2020/07/10 » Covid-19: pessoas com sintomas devem procurar atendimento imediato
2020/07/10 » ONU pede fim do financiamento ao carvão e apoio à energia renovável
2020/07/10 » OMS quer mais evidências sobre transmissão da covid-19 pelo ar
2020/07/09 » Novo site simplifica adesão ao acordo dos planos econômicos
2020/07/09 » Sebrae: cresce interesse por cursos a distância para empreender
2020/07/09 » Pandemia causou impacto em 57% das companhias exportadoras, revela CNI
2020/07/09 » Estimativa de junho prevê safra recorde de 247,4 milhões de toneladas
2020/07/09 » MEC anuncia que Enem será em 17 e 24 de janeiro de 2021
2020/07/08 » Confira pagamentos e tributos adiados ou suspensos durante pandemia
2020/07/08 » Câmara aprova MP que suspende cumprimento mínimo de dias letivos
2020/07/08 » Câmara aprova MP que permite reembolso de passagem aérea em até um ano

Ver mais »