Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Sem intervenção do Banco Central, dólar fecha em queda pela segunda sessão seguida 24/06/2013

Brasília – Num dia sem intervenções do Banco Central, a moeda norte-americana fechou em baixa. O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 2,2276, com queda de 0,75%. É a segunda sessão seguida em que o dólar cai.

A moeda norte-americana iniciou o dia em alta e, por volta das 9h20, foi cotada a R$ 2,2637, na máxima do dia. A cotação, então, passou a oscilar nas horas seguintes até começar a cair por volta das 14h. Por volta das 16h40, o dólar comercial chegou a ser vendido a R$ 2,2206, no menor valor da sessão, antes de desacelerar a queda no fechamento.

Apesar de não ter feito intervenções, o Banco Central informou que fará amanhã (25) pelo menos um leilão deswap cambial tradicional, que equivale à venda de dólares no mercado futuro. A moeda norte-americana acumula alta de 3,98% no mês e de 8,95% no ano.

Na quinta-feira (20), o dólar comercial fechou em R$ 2,258, maior valor desde 1º de abril de 2009. Há um mês, o mercado financeiro global enfrenta turbulências por causa da perspectiva de que o Federal Reserve (Fed), o Banco Central norte-americano, reduza os estímulos monetários para a maior economia do planeta.

A instabilidade agravou-se depois de Ben Bernanke, presidente do Fed, ter declarado, na quarta-feira (19), que a instituição pode diminuir a compra de ativos até o fim do ano, caso a economia dos Estados Unidos continue a se recuperar. Se a ajuda diminuir, o volume de moeda norte-americana em circulação cai, aumentando o preço do dólar em todo o mundo. (da Agência Brasil, Wellton Máximo)



Últimas

2019/11/14 » Atividade econômica cresce 0,91% no terceiro trimestre
2019/11/14 » Caixa e BB iniciam quinta fase de pagamento de abono do PIS/Pasep
2019/11/14 » Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro
2019/11/14 » Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro
2019/11/13 » Privatização da Eletrobras deve reduzir tarifas para os consumidores
2019/11/13 » Caixa reduz para 4,99% a taxa de juros do cheque especial
2019/11/13 » Ministro diz que reforma da Previdência já atrai investidores
2019/11/12 » Setor de serviços cresce 1,2% em setembro, aponta IBGE
2019/11/12 » Cresce apoio do BNDES a projetos de micro, pequenas e médias empresas
2019/11/12 » Países do Brics buscam investimentos privados para infraestrutura
2019/11/12 » Faturamento do mercado de seguros cresceu 18,6% em setembro
2019/11/11 » Brics fomenta cooperação entre economias emergentes há 13 anos
2019/11/11 » Impostos dificultam pequenos e médios negócios, dizem empresários
2019/11/11 » IBGE revisa PIB de 2017 de 1% para 1,3%
2019/11/08 » Indicador da FGV mostra dificuldade de reação do mercado de trabalho
2019/11/08 » Petrobras recebe oferta de R$ 3,7 bilhões por Liquigás Distribuidora
2019/11/08 » Governo aumenta projeção de crescimento do PIB para 0,90%
2019/11/07 » Inflação de outubro é a menor para o mês desde 1998
2019/11/07 » Índice que serve de base para reajuste salarial tem variação de 2,76%
2019/11/07 » Seis em cada 10 empresários querem investir, mostra pesquisa do Sebrae

Ver mais »