Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Gastos de estrangeiros na Copa das Confederações superam as expectativas 17/07/2013

Brasília - Os gastos de estrangeiros no Brasil superaram as expectativas na Copa das Confederações, segundo os dados divulgados hoje (17) pelo Ministério do Turismo. Os visitantes internacionais gastaram, em média, R$ 4.854 durante os 14,4 dias em que permaneceram no Brasil. Isso aconteceu mesmo com as manifestações nas seis cidades-sede e em várias outras cidades. O ministério estima, ainda de forma preliminar, que 20 mil turistas estrangeiros tenham vindo ao país, número esperado pela pasta.

Os dados estão estão na segunda rodada de resultados preliminares de um levantamento feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Foram analisados os dados de 7.357 entrevistados, do total de 14 mil entrevistas feitas durante os jogos.

Segundo o que já foi apurado, os gastos dos turistas internacionais na Copa superaram a média do que geralmente gastam os estrangeiros que vistam o país, R$ 2.500 no período de estadia. Além disso, os estrangeiros superaram também os brasileiros. Os gastos dos brasileiros foram R$ 1.042 em 3,3 dias. Para os estrangeiros a média de gastos diários foi R$ 337,08, enquanto o dos brasileiros foi R$ 315,75.

Em relação aos turistas brasileiros, a maior parte é paulista (30,2%), seguidos pelos pernambucanos (8,3%), os mineiros (6,7%), os fluminenses (5,8%) e os paraibanos (5,5%).

Entre os turistas internacionais, os mexicanos (30,9%) foram os mais presentes, seguidos pelos americanos (13,7%), uruguaios (9,2%), espanhóis (7,4%) e japoneses (7%). Os americanos foram os únicos turistas sem uma seleção que os representasse nos jogos da Copa das Confederações.

A pesquisa mostra também que o grau de satisfação está acima de 50% na maioria dos serviços. A segunda rodada de resultados levantou a satisfação em relação ao preço dos serviços prestados. Brasileiros e estrangeiros avaliaram como boas ou ótimas a maioria dos serviços: 74,6% avaliaram positivamente os restaurantes, 71,5% o serviço de táxi, 67,1% o transporte público e 62,8% aprovaram o preço dos ingressos.

Já o preço da alimentação nos estádios foi considerado ruim ou muito ruim pela maior parte dos participantes (78,2%).

"Os resultados serão usados na preparação da Copa do Mundo de 2014 e serão encaminhados à Fifa [Federação Internacional de Futebol], responsável pelos preços cobrados nos estádios", explicou o diretor do Departamento de Estudos e Pesquisas do Ministério do Turismo, José Francisco Lopes. Segundo ele, a pasta espera que seja mantido o fluxo de turistas americanos, além de argentinos e mexicanos. "A nossa intenção é que os turistas permaneçam o maior tempo possível. Estamos nos preparando para a estadia deles na Copa do Mundo".

Nesta terça-feira (16), o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Flávio Dino, comentou a pesquisa. Ele destacou que a Copa das Confederações gerou, com o turismo estrangeiro, R$ 740 milhões para o país, com a presença de mais de 100 mil brasileiros que viajaram pelo país no período.

Ele disse que as manifestações populares de protesto ocorridas durante Copa das Confederações não prejudicaram o turismo estrangeiro no país e que 90% dos turistas declararam a vontade de retornar ao Brasil para a Copa do Mundo de 2014. (da Agência Brasil, Mariana Tokarnia)



Últimas

2020/10/26 » Contas externas têm em setembro sexto mês seguido de saldo positivo
2020/10/26 » Petrobras inicia venda de campos terrestres em Sergipe
2020/10/26 » Banco Central registra recorde de remessas de dólares para o Brasil
2020/10/23 » Ministério da Infraestrutura entregará planos de logística até 2050
2020/10/23 » OMS: risco de pegar covid-19 em aviões é "muito baixo", mas não zero
2020/10/23 » Cresce pauta sobre home office nas negociações trabalhistas
2020/10/22 » Confiança da indústria atinge maior nível em nove anos
2020/10/22 » Opas: América Latina não deve relaxar enfrentamento à pandemia
2020/10/22 » Faturamento do setor de turismo no Brasil tem redução de 33,6% em 2020
2020/10/21 » Setor mineral brasileiro tem resultado positivo no 3º trimestre
2020/10/21 » Decreto inclui Linha 2 do metrô de BH em programa de privatizações
2020/10/21 » Não investir no Brasil será um grande erro, afirma ministro
2020/10/21 » Inflação do aluguel sobe de 18,20% para 20,56% em 12 meses
2020/10/20 » Pacote comercial abre caminho para acordo mais amplo, diz governo
2020/10/20 » SP:acordo da ANTT permite investimento de R$ 6 bi em malha ferroviária
2020/10/20 » Como fazer a amortização do FGTS pelo celular
2020/10/19 » Comércio eletrônico e delivery aumentam consumo de embalagens
2020/10/19 » Doria apresenta plano de retomada econômica de São Paulo
2020/10/19 » Produção brasileira de aço cresce 7,5% em setembro
2020/10/16 » Indicador antecedente da economia brasileira cresce 1,2% em setembro

Ver mais »