Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Produção industrial cresce 0,9% na Europa de maio para junho 13/08/2013

Lisboa - Dados divulgados hoje (13) pelo Gabinete de Estatísticas da Comissão Europeia (Eurostat) indicam que a produção industrial na União Europeia (28 países) teve alta de 0,9% de maio para junho.

Nos 17 países onde circula o euro, houve expansão de 0,7%. Na comparação anual (junho de 2012 e junho de 2013), a alta foi 0,4% e 0,3%, respectivamente. Esta é a primeira vez no ano em que os indicadores econômicos mensais são positivos

Segundo o Eurostat, os bens duráveis (como veículos e eletrodomésticos) e de capital (máquinas e equipamentos) puxaram o crescimento da produção industrial. Na zona do euro, a alta anual dos bens duráveis chegou a 4,9% (o maior percentual divulgado).

O crescimento da produção industrial não foi uniforme entre os países. Em um ano, as maiores altas ocorreram na Romênia (9,6%), na Polônia (5,3%) e na Estônia (4,7%). As maiores quedas foram verificadas na Finlândia (-5,9%), na Bulgária (-4,4%) e na República Tcheca (-3%).

Entre os dois últimos meses mensurados, a Irlanda teve o maior incremento da produção industrial (8,7%) e a Holanda registrou o pior desempenho (-4,1%).

Portugal teve a segunda maior diminuição mensal da produção industrial (-2,8%). Apesar disso, a expectativa dos analistas econômicos no país é que os dados a serem divulgados amanhã (14) pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre o Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre apontem a primeira a primeira alta após 30 meses de recessão.

Apesar do provável crescimento, as contas do PIB de 2013 ainda devem ser negativas, conforme previsão do próprio governo (queda de 2%). No ano passado, a economia lusitana apesentou retração de 3,2%; e em 2011, houve decréscimo de 1,6%. Desde 2011, Portugal está sob ajuda financeira internacional e tem cerca de 900 mil desempregados – 16,9% da população economicamente ativa, a terceira pior taxa da Europa (atrás apenas da Grécia e da Espanha). (da Agência Brasil, Gilberto Costa)



Últimas

2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?
2020/02/12 » Comércio varejista fecha ano com alta de 1,8% nas vendas
2020/02/12 » Embrapa cria cenoura que dispensa agrotóxico
2020/02/12 » Conselho da Amazônia vai unificar ações do governo, diz Mourão
2020/02/11 » OMS nomeia infecção por coronavírus de Covid-19
2020/02/11 » Inflação do aluguel é de 6,86% em 12 meses
2020/02/11 » Portaria com novos valores dos benefícios do INSS é publicada no DO
2020/02/10 » Bombeiros recebem mais de 7 mil chamados devido às chuvas em São Paulo
2020/02/10 » Brasil e Japão assinam memorando para estimular judô nas escolas

Ver mais »