Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
BNDES bate recorde em desembolsos para um primeiro semestre 15/08/2013

Rio de Janeiro - Os recursos desembolsados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) somaram R$ 88,3 bilhões no primeiro semestre deste ano, um aumento de 65% na comparação com mesmo período do ano passado. Ao anunciar o resultado, o presidente da instituição, Luciano Coutinho, disse ontem (14) no Rio, que este foi o melhor desempenho já obtido pelo banco em um primeiro semestre.

“Foi um bom resultado em todos os níveis, no desembolso, nas consultas, aprovações e nos enquadramentos”, disse ele. “Pela nossa percepção, o primeiro semestre revela a continuidade do investimento, o que contrasta um pouco com as expectativas do setor privado”.

No semestre, as aprovações chegaram R$ 91,190 bilhões, 26% a mais que no mesmo período do ano passado. O melhor resultado para um semestre. Já os enquadramentos chegaram a R$ 110,88 bilhões, com 3% de aumento, e as consultas, a R$ 124,99 bilhões (6% de aumento).

Na distribuição setorial, a indústria teve R$ 29,5 bilhões desembolsados (33% do total), um crescimento de 93%, com destaque para os segmentos de química e petroquímica, mecânica e material de transporte. A infraestrutura contou com 31% do total de desembolsos, R$ 27,3 bilhões, um crescimento de 36%. Já o setor de comércio/serviços teve desembolsos de R$ 22,2 bilhões, com participação de 25% sobre o total liberado pelo banco, um aumento de 62%. O setor de agropecuária recebeu R$ 9,34 bilhões, 111% de crescimento na participação.

Destacaram-se as liberações do Programa de Sustentação de Investimento (PSI), que financia principalmente máquinas e equipamentos, que teve crescimento de 230% no semestre, chegando a R$ 42,6 bilhões.

Deste total, R$ 21,9 bilhões se destinaram às micro, pequenas e médias empresas, sendo R$ 32,4 bilhões para as de menor porte, ou 37% dos desembolsos da instituição. Regionalmente, houve crescimento de 101% nas liberações para o Sul e 93% para o Nordeste. (da Agência Brasil, Flávia Villela)



Últimas

2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?
2020/02/12 » Comércio varejista fecha ano com alta de 1,8% nas vendas
2020/02/12 » Embrapa cria cenoura que dispensa agrotóxico
2020/02/12 » Conselho da Amazônia vai unificar ações do governo, diz Mourão
2020/02/11 » OMS nomeia infecção por coronavírus de Covid-19
2020/02/11 » Inflação do aluguel é de 6,86% em 12 meses
2020/02/11 » Portaria com novos valores dos benefícios do INSS é publicada no DO
2020/02/10 » Bombeiros recebem mais de 7 mil chamados devido às chuvas em São Paulo
2020/02/10 » Brasil e Japão assinam memorando para estimular judô nas escolas

Ver mais »