Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Rendimento da poupança vai mudar, se taxa Selic subir 28/08/2013

Brasília – A poupança pode voltar a ter a remuneração antiga a partir de amanhã (29). Isso vai acontecer se a taxa básica de juros, a Selic, for elevada como esperam analistas do mercado financeiro. Atualmente, a Selic está em 8,5% ao ano e a expectativa das instituições consultadas pelo Banco Central (BC) é elevação de 0,5 ponto percentual. O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC vai anunciar hoje (28) à noite a decisão sobre o valor da Selic.

No ano passado, o governo mudou a regra de remuneração da poupança. Manteve o rendimento de 0,5% ao mês (6,17% ao ano) mais Taxa Referencial (TR) com taxa básica de juros (Selic) acima de 8,5%, e determinou que, quando os juros básicos da economia estiverem iguais ou inferiores a 8,5% ao ano, a caderneta rende 70% da Selic mais a TR.

Para o diretor executivo de Estudos e Pesquisas Econômicas da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), Miguel José Ribeiro de Oliveira, mesmo com a elevação da taxa básica de juros para 9% ao ano, os rendimentos da poupança vão continuar “interessantes” quando comparados com os fundos de renda fixa.

Segundo ele, isso ocorre porque a caderneta de poupança tem ganho garantido por lei (TR + 6,17% ao ano) e não tem qualquer tributação. Os fundos de renda fixa têm tributação do Imposto de Renda sobre seus rendimentos. Quanto menor o prazo de resgate, maior a tributação. Além disso, no caso dos fundos, os bancos cobram taxas de administração.

A Anefac fez simulações de rendimento para uma aplicação financeira de R$ 10 mil, mantida pelo prazo de 12 meses, com a taxa Selic estável em 9% ao ano. Na poupança, o rendimento ficaria em R$ 668.

No fundo de investimentos, com taxa de administração de 0,5% ao ano, o rendimento ficaria em R$ 693. Com taxas de administração maiores, os rendimentos são menores. No caso da taxa de 1% ao ano, o rendimento ficou em R$ 655. Se a taxa for 2,5% ao ano, o rendimento do fundo ficaria em 541. E na simulação com taxa de administração 3% ao ano, a remuneração cairia para R$ 503.

No caso do Certificado de Depósitos Bancários (CDB), que também tem cobrança de imposto de renda, o investidor teria que obter taxa de juros de cerca de 85% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário, que tem taxas similares aos juros básicos) para atingir o mesmo ganho obtido com a poupança.

A Anefac também analisou o efeito da possível elevação da Selic nas taxas de juros cobradas nas operações de crédito. Para a associação, seja qual for a elevação da Selic, haverá pouco impacto nas taxas de juros. Segundo Oliveira, a competição no sistema financeiro – depois da forte redução de juros pelos bancos públicos, e a expectativa de queda na inadimplência podem fazer com que algumas instituições financeiras não alterem suas taxas de juros.

De acordo com a simulação da Anefac, se a Selic for realmente elevada para 9% ao ano, a taxa média de juros passaria de 5,48% para 5,52% ao mês. (da Agência Brasil, Kelly Oliveira)



Últimas

2020/10/22 » Confiança da indústria atinge maior nível em nove anos
2020/10/22 » Opas: América Latina não deve relaxar enfrentamento à pandemia
2020/10/22 » Faturamento do setor de turismo no Brasil tem redução de 33,6% em 2020
2020/10/21 » Setor mineral brasileiro tem resultado positivo no 3º trimestre
2020/10/21 » Decreto inclui Linha 2 do metrô de BH em programa de privatizações
2020/10/21 » Não investir no Brasil será um grande erro, afirma ministro
2020/10/21 » Inflação do aluguel sobe de 18,20% para 20,56% em 12 meses
2020/10/20 » Pacote comercial abre caminho para acordo mais amplo, diz governo
2020/10/20 » SP:acordo da ANTT permite investimento de R$ 6 bi em malha ferroviária
2020/10/20 » Como fazer a amortização do FGTS pelo celular
2020/10/19 » Comércio eletrônico e delivery aumentam consumo de embalagens
2020/10/19 » Doria apresenta plano de retomada econômica de São Paulo
2020/10/19 » Produção brasileira de aço cresce 7,5% em setembro
2020/10/16 » Indicador antecedente da economia brasileira cresce 1,2% em setembro
2020/10/16 » Atividade econômica tem alta de 1,06% em agosto, diz Banco Central
2020/10/16 » Rebanho bovino cresce em 2019, influenciado pelo cenário externo
2020/10/15 » Produção de motocicletas aumenta 13,1% em setembro
2020/10/15 » Ministério entrega à Presidência projeto de privatização dos Correios
2020/10/15 » Programa de suspensão de contrato e redução de jornada é prorrogado
2020/10/14 » Guedes defende reformas e rigor fiscal pós-pandemia a comitê do FMI

Ver mais »