Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Para Abdib, resultado dos leilões fazem de 2013 o "ano das concessões" 28/11/2013

Brasília – A Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib) divulgou ontem(27) nota na qual elogia o leilão de concessão da rodovia federal BR-163 e dos aeroportos de Confins (MG) e Galeão (RJ). Assinada pelo presidente Paulo Godoy, a nota classifica 2013 como “o ano das concessões”, após avaliar que, no setor de transporte e logística, elas ajudaram a criar “perspectivas positivas de aceleração dos investimentos em infraestrutura nos próximos anos”.

Segundo Godoy, o modelo de concessões nos setores de infraestrutura é mais apropriado para expandir a capacidade de oferta das redes e sistemas, quando há viabilidade econômica e financeira que viabilize os projetos. “O setor privado tem mais agilidade, pode construir com mais velocidade e inaugurar os empreendimentos em tempo mais curto”, argumentou o presidente da Abdib.

Ainda segundo a nota, com as concessões, as empresas de serviços públicos tendem a se responsabilizar por investimentos no longo prazo, metas de qualidade e nível de operação condizente com as necessidades da sociedade por todo o período do contrato, que pode ser superior a 25 anos.

“Ao término do contrato, toda a infraestrutura construída ou ampliada, com as benfeitorias realizadas, retorna ao poder do Estado, que pode, então, realizar um novo leilão de concessão ou então renovar o contrato com a atual concessionária por mais um período”, acrescenta Godoy. Ele lembra que os preços são regulados e as metas de qualidade são fiscalizadas por agências reguladoras, instituições públicas técnicas independentes.

De acordo com o presidente da Abdib, as recentes concessões têm mostrado que o setor privado “tem enorme interesse” em investir em infraestrutura. “Por isso, temos de fortalecer o modelo de concessões na infraestrutura e intensificar o uso dele no Brasil, expandindo-o para outros setores, nos quais há enorme potencial para investimentos privados e poucas concessões ainda”, completou. (da Agência Brasil, Pedro Peduzzi)



Últimas

2020/09/25 » Projeto do Senai vai qualificar trabalhadores para a indústria 4.0
2020/09/25 » Primeiro leilão de imóveis públicos do Rio será em outubro
2020/09/25 » CMN amplia limite de renda para microcrédito a empresas
2020/09/24 » Custos industriais caem 1,5% no segundo trimestre
2020/09/24 » Ministro da Economia diz que reforma deve ter tributos alternativos
2020/09/24 » Contas externas têm saldo positivo de US$ 3,7 bilhões
2020/09/23 » Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020
2020/09/23 » CNI: atividade industrial segue em recuperação com alta do emprego
2020/09/23 » Indicadores recentes sugerem recuperação parcial da economia, diz BC
2020/09/22 » Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA
2020/09/22 » Estudo brasileiro aponta que covid-19 pode causar danos cerebrais
2020/09/22 » Mercado financeiro reduz projeção de queda da economia para 5,05%
2020/09/21 » Turismo: metade das operadoras vende viagens para novembro e dezembro
2020/09/21 » Covid-19: maioria dos estados segue sem aulas presenciais
2020/09/21 » O que é o Sistema S?
2020/09/18 » Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
2020/09/18 » Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro
2020/09/18 » IBGE: desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto
2020/09/18 » CNI apresenta propostas para retomada da economia
2020/09/18 » Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses

Ver mais »