Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Indenizações por morte pagas pelo Dpvat têm queda de 10% em 2013 12/02/2014

O número de indenizações pagas pelo Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (Dpvat) chegou a 633.845 em 2013, resultado 25% superior ao registrado em relação a 2012. Os dados, divulgados ontem (11), são da Seguradora Líder Dpvat, administradora do seguro. No total, foram pagos R$ 3,2 bilhões em indenizações.

Segundo a seguradora, o levantamento traz uma perspectiva positiva: a redução de 10% no número de indenizações pagas por morte no Brasil. Foram pagos, em 2013, 54.767 benefícios por acidentes fatais, ante 60.752 em 2012.

No sentido contrário, um dos destaques de 2013 foi crescimento de 26% nas indenizações por invalidez permanente em 2013 (444.206 pagamentos). Essa foi a cobertura com maior incidência de pedidos (70%). As indenizações por reembolso de despesas médicas e hospitalares somaram 134.872, representando 21% do total de pagamentos de 2013.

O estudo aponta que 71% das indenizações pagas em 2013 foram para acidentes envolvendo motocicletas, embora o veículo de duas rodas represente apenas 27% da frota nacional. Em seguida, os automóveis, que somam 60% da frota, foram os veículos que responsáveis por 24% dos acidentes indenizados.

Em 2013, as principais vítimas de acidentes de trânsito indenizados pelo seguro Dpvat foram homens, com 76% do total. A maior incidência de pagamentos foi para vítimas entre 18 e 34 anos (50,9%), e também predominantemente para o sexo masculino (40%).

Dos recursos arrecadados pelo seguro Dpat, 45% são destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS) para custear o tratamento de vítimas de acidente de trânsito. Em 2013, o valor foi R$ 3,6 bilhões (em 2012, foram R$ 3,2 bilhões). O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) recebe 5% para promover campanhas educativas e ações preventivas no trânsito brasileiro. Em 2013, o montante foi R$ 400 milhões ao órgão.

Em caso de acidente com ferimentos, a própria vítima ou o beneficiário pode ir a um ponto de atendimento com a documentação necessária para solicitar o benefício. Com a documentação correta, a indenização é paga em até 30 dias. O pagamento da indenização é feito em conta-corrente ou poupança da vítima ou de seus beneficiários.

O valor da indenização é R$ 13,5 mil no caso de morte; de até R$ 13,5 mil nos casos de invalidez permanente, variando conforme o grau da invalidez; e até R$ 2,7 mil em caso de reembolso de despesas médicas e hospitalares comprovadas.

A documentação necessária, locais de atendimento ou informações do andamento do pedido podem ser consultados pelo telefone 0800 022 12 04 ou pelo sitewww.dpvatsegurodotransito.com.br . (da Agência Brasil, Bruno Bocchini)



Últimas

2021/01/26 » Micro e pequenas empresas têm até sexta-feira para aderir ao Simples
2021/01/26 » Queda na arrecadação foi “resultado excelente”, diz Guedes
2021/01/26 » Confaz divulga nova tabela de preços médios de combustíveis
2021/01/25 » Pendências com o Simples atingem quase dois terços das empresas
2021/01/25 » Cepal: exportações da América Latina e do Caribe caíram 13% em 2020
2021/01/25 » Brasileiros acreditam que inflação será de 5,2% nos próximos 12 meses
2021/01/25 » Como contribuir para o INSS por conta própria
2021/01/25 » Como contribuir para o INSS por conta própria
2021/01/22 » Emprego cresce na indústria em um movimento atípico para dezembro
2021/01/22 » Monitor do PIB aponta alta de 1,1% na atividade econômica em novembro
2021/01/22 » Pesquisa da Conab indica queda na produção nacional de café em 2021
2021/01/21 » Entidades consideram acertada manutenção da Selic em 2% ao ano
2021/01/21 » Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
2021/01/21 » Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
2021/01/20 » ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
2021/01/20 » Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC
2021/01/20 » Confiança do empresário do comércio cai 2,2% em janeiro, diz CNC
2021/01/19 » CNI: faturamento da indústria cai pela primeira vez em sete meses
2021/01/19 » Produção de aço caiu 4,9% em 2020, informa o Instituto Aço Brasil
2021/01/19 » Atividade econômica tem alta de 0,59% em novembro, diz Banco Central

Ver mais »