Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Diminui ritmo de queda da produção industrial em fevereiro, diz CNI 26/03/2014
 
indústria

Capacidade instalada fica perto do usual e estoques  no nível esperado                  Arquivo/Agência Brasil

A produção industrial continuou em baixa em fevereiro, mas o recuo foi menos intenso do que em janeiro deste ano e fevereiro do ano passado. O indicador da produção ficou em 48,3 pontos, abaixo da linha divisória de 50 pontos, que indica queda. No primeiro mês de 2014, o índice havia atingido 47,4 pontos e, em fevereiro do ano passado, 46,1 pontos. As informações fazem parte da pesquisa Sondagem Industrial, divulgada hoje (26) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). 

Com a queda menos acentuada da produção, a utilização da capacidade instalada aproximou-se da usual. O indicador ficou em 44,7 pontos, 1,7 ponto acima do índice registrado em janeiro. Já o indicador dos estoques efetivos manteve-se estável, atingindo 49,9 pontos, bem próximo de 50. Isso significa que o volume de produtos estocados está perto do nível desejado pela indústria. A sondagem mostrou ainda que o número de funcionários ficou em 48,9 pontos em fevereiro. Embora o dado indique que o emprego industrial continua em queda, o resultado é melhor do que o de janeiro: 48 pontos.

Quanto às expecativas para os próximos seis meses, os empresários mantêm-se otimistas. Enquanto os demais indicadores referem-se ao desempenho da indústria em fevereiro, os índices de expectativas valem para março.  A estimativa de demanda ficou em 57,9 pontos, número idêntico ao do mês anterior. Os índices que medem as expectativas sobre volume de exportações e compra de matérias-primas também ficaram estáveis, atingindo, respectivamente, 53,1 e 55,6 pontos. Houve, no entanto, aumento da expectativa sobre contratação de empregados em relação a fevereiro, de 51,1 pontos para 51,8 pontos. 

A pesquisa Sondagem Industrial foi realizada no período de 6 a 18 de março Foram ouvidas 2.085 empresas. O levantamento trabalha com uma escala de 0 a 100 para cada indicador, na qual números acima de 50 indicam avaliações positivas e, abaixo, negativas. (da Agência Brasil, Mariana Branco)



Últimas

2021/01/19 » CNI: faturamento da indústria cai pela primeira vez em sete meses
2021/01/19 » Produção de aço caiu 4,9% em 2020, informa o Instituto Aço Brasil
2021/01/19 » Atividade econômica tem alta de 0,59% em novembro, diz Banco Central
2021/01/19 » Atividade industrial desacelera em novembro de 2020
2021/01/18 » Saiba o que é a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)
2021/01/18 » China contribuiu com mais da metade do superávit comercial do Brasil
2021/01/18 » Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões
2021/01/15 » MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
2021/01/15 » BNDES financia segunda usina termelétrica no Porto do Açu
2021/01/15 » IBGE: indústria cresce em dez dos 15 locais pesquisados em novembro
2021/01/14 » Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020
2021/01/14 » Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos
2021/01/14 » IBGE: safra de 2021 deve superar recorde de 2020
2021/01/14 » Veja o que pode e o que não pode no Enem 2020
2021/01/13 » BNDES define consórcio que apoiará programa de aceleração de startups
2021/01/13 » Inflação da construção civil atinge 10,16% em 2020
2021/01/13 » Inflação para famílias com menor renda fecha 2020 com alta de 5,45%
2021/01/13 » Inflação oficial fecha 2020 em 4,52%, diz IBGE
2021/01/12 » Ministério pede avanço de reformas para manter fábricas no país
2021/01/12 » Preço da cesta básica aumentou em todas as capitais em 2020

Ver mais »