Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
ANP interdita bombas de gasolina que cobravam a mais do consumidor 04/04/2014

Bomba de gasolina cobrando a mais do consumidor, gasolina adulterada e descuido com o descarte de óleo são alguns dos problemas encontrados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), durante fiscalização feita em postos de combustíveis do Distrito Federal.

De acordo com o chefe da fiscalização, Manoel Policarpo de Castro Neto, os casos mais recorrentes são problemas mecânicos nas bombas, que podem gerar danos aos consumidores. Em um posto de Brasília, localizado nas proximidades da Torre de TV, os fiscais identificam o problema conhecido como bomba baixa.

No caso, “o consumidor pagava por mais litros de gasolina do que recebia efetivamente, embora a bomba apontasse a quantia solicitada pelo comprador”, explica Policarpo. Ele alerta que, para evitar problemas, o consumidor deve cobrar a nota fiscal e verificar a limpeza do álcool, que é apresentado em tubos localizados ao lado das bombas.

Ao todo, 29 postos foram autuados entre os dias 31 de março e 3 de abril, quando a agência fez a operação que resultou em 35 interdições de bicos de abastecimento, 13 autos de constatação, 15 autuações, 36 notificações e coleta de seis amostras de combustíveis para análise laboratorial.

O balanço foi apresentado, ontem (3), durante a fiscalização no Posto Cascol Melhor 10, localizado na Vila Planalto, em Brasília. Lá, os fiscais constataram a falta de etiquetas com o endereço dos extintores de incêndio, o que deve existir para evitar que os extintores sejam transportados de um local para outro.

A agência orienta os consumidores a solicitar o teste da proveta  para verificar a qualidade do combustível. “Se o consumidor tiver dúvida sobre o abastecimento, se achar que a quantidade de gasolina não foi suficiente ou se pagou a mais, é um direito pedir para que o teste seja feito, e é um dever dos responsáveis pelo posto atender”, explicou o fiscal José Guilherme Guimarães.

O direito é pouco conhecido. O atendente Marcílio Lopes sofreu problemas com o carro duas vezes por ter comprado gasolina adulterada. Ele disse que desconhecia a possibilidade de realizar testes nos próprios postos. Para ele, “O teste pode ajudar a diminuir a desconfiança que a gente acaba tendo na hora de comprar a gasolina”. (da Agência Brasil, Helena Martins)

 

Brasília - A Agência Nacional do Petróleo, durante fiscalização de um posto, divulga balanço da operação de combate a irregularidades no mercado de combustíveis do DF (Jose Cruz/Agência Brasil)

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) fiscaliza um posto de combustível do DFJose Cruz/Agência Brasil



Últimas

2021/01/27 » Pandemia e fim dos auxílios podem reverter retomada econômica
2021/01/27 » Confiança na construção civil recua depois de seis altas, diz FGV
2021/01/27 » Confiança do consumidor cai pelo quarto mês consecutivo
2021/01/27 » Custo da construção sobe 0,93% em janeiro, anuncia a FGV
2021/01/26 » Micro e pequenas empresas têm até sexta-feira para aderir ao Simples
2021/01/26 » Queda na arrecadação foi “resultado excelente”, diz Guedes
2021/01/26 » Confaz divulga nova tabela de preços médios de combustíveis
2021/01/25 » Pendências com o Simples atingem quase dois terços das empresas
2021/01/25 » Cepal: exportações da América Latina e do Caribe caíram 13% em 2020
2021/01/25 » Brasileiros acreditam que inflação será de 5,2% nos próximos 12 meses
2021/01/25 » Como contribuir para o INSS por conta própria
2021/01/25 » Como contribuir para o INSS por conta própria
2021/01/22 » Emprego cresce na indústria em um movimento atípico para dezembro
2021/01/22 » Monitor do PIB aponta alta de 1,1% na atividade econômica em novembro
2021/01/22 » Pesquisa da Conab indica queda na produção nacional de café em 2021
2021/01/21 » Entidades consideram acertada manutenção da Selic em 2% ao ano
2021/01/21 » Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
2021/01/21 » Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
2021/01/20 » ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
2021/01/20 » Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC

Ver mais »