Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Crescimento de serviços ocorreu em todos os estados em fevereiro 16/04/2014

O crescimento nominal de 10,3% no setor de serviços verificado em fevereiro deste ano, ante igual mês do ano passado, constituiu a maior variação percentual desde abril de 2013. Há um ano a taxa subiu 11,6%. Os dados dos serviços refletiram resultados positivos em todos os estados da federação abrangidos pela Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada hoje (16), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A maior taxa de crescimento nominal foi verificada no Distrito Federal, com alta eqivalente a 26,8%, seguido de Mato Grosso (24,0%) e Goiás (22,8%). Já as menores taxas ocorreram em Alagoas (2,6%), em Sergipe (3,4%) e em Tocantins (4,3%).

O IBGE informa, porém, que na composição absoluta e relativa do índice de serviços, os destaques em termos de contribuição percentual foram São Paulo (com 33,0% de contribuição relativa e 3,4 pontos percentuais de contribuição absoluta), Rio de Janeiro (com 19,4% de contribuição relativa e 2 pontos percentuais de contribuição absoluta), Minas Gerais (com 6,8% de contribuição relativa e 0,7 ponto percentual de contribuição absoluta) e Distrito Federal (5,7% de contribuição relativa e 0,6 ponto percentual de contribuição absoluta).

Isoladamente, no segmento serviços prestados às famílias, as maiores taxas ocorreram no Ceará (23,5%), no Rio Grande do Sul (19,8%) e em São Paulo (17,8%); e as menores em Goiás (3,9%), na Bahia (4,9%) e em Santa Catarina (5,9%).

Nos serviços de informação e comunicação, Goiás teve a maior taxa de crescimento (40,1%), seguido do Distrito Federal (27,1%) e de Santa Catarina (20,8%). As menores taxas positivas foram observadas no Espírito Santo (0,7%), em Minas Gerais (1,3%) e em São Paulo (2,6%). Neste segmento, Bahia registrou a única variação negativa (-1,9%).

Nos serviços profissionais, administrativos e complementares, o Distrito Federal teve a maior taxa de crescimento (24,2%), seguido da Bahia (13,3%) e de Santa Catarina (12,8%). As menores variações positivas foram em Pernambuco (0,4%), no Ceará (4,7%) e no Espírito Santo (5,6%). Rio Grande do Sul apresentou variação negativa de 6,2%.

Nos transportes, serviços auxiliares de transportes e de correio Distrito Federal (36,8%), Rio de Janeiro (20,5%) e Goiás (16,4%) tiveram as maiores variações. As menores variações foram registradas no Rio Grande do Sul (5,7%), em Santa Catarina (7,5%) e em Espírito Santo (8,7%). (da Agência Brasil, Nielmar de Oliveira)



Últimas

2021/01/22 » Emprego cresce na indústria em um movimento atípico para dezembro
2021/01/22 » Monitor do PIB aponta alta de 1,1% na atividade econômica em novembro
2021/01/22 » Pesquisa da Conab indica queda na produção nacional de café em 2021
2021/01/21 » Entidades consideram acertada manutenção da Selic em 2% ao ano
2021/01/21 » Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
2021/01/21 » Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
2021/01/20 » ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
2021/01/20 » Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC
2021/01/20 » Confiança do empresário do comércio cai 2,2% em janeiro, diz CNC
2021/01/19 » CNI: faturamento da indústria cai pela primeira vez em sete meses
2021/01/19 » Produção de aço caiu 4,9% em 2020, informa o Instituto Aço Brasil
2021/01/19 » Atividade econômica tem alta de 0,59% em novembro, diz Banco Central
2021/01/19 » Atividade industrial desacelera em novembro de 2020
2021/01/18 » Saiba o que é a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)
2021/01/18 » China contribuiu com mais da metade do superávit comercial do Brasil
2021/01/18 » Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões
2021/01/15 » MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
2021/01/15 » BNDES financia segunda usina termelétrica no Porto do Açu
2021/01/15 » IBGE: indústria cresce em dez dos 15 locais pesquisados em novembro
2021/01/14 » Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020

Ver mais »