Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa semana que vem 17/04/2014

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa na próxima terça-feira (22). No Rio, a Secretaria Municipal de Saúde, vai vacinar idosos, gestantes, crianças de seis meses a 4 anos, mulheres no período de até 45 dias após o parto, indígenas, presos, doentes crônicos e profissionais de saúde, uma população alvo que totaliza 1,563 milhão de indivíduos. A meta é imunizar pelo menos 80% de cada um dos grupos prioritários, o que representa cerca de 1,250 milhão de pessoas. A campanha vai até o dia 9 de maio.

Mais de 200 salas de vacinação em todos os Centros Municipais de Saúde e Clínicas da Família estarão oferecendo a vacina, que protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no inverno passado (H1N1; H3N2 e influenza B), como recomenda a Organização Mundial da Saúde (OMS). As unidades funcionarão de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. No sábado, (26), será o Dia de Mobilização Nacional contra a Gripe, quando serão montados postos de vacinação avançados em igrejas, centros comunitários, creches, entre outros locais.

A novidade da campanha deste ano é a ampliação do público-alvo infantil. Na campanha passada, apenas as crianças de seis a 23 meses recebiam a vacina. Este ano a faixa etária foi estendida até os 4 anos. As crianças precisarão tomar duas doses da vacina, sendo a segunda administrada nos postos de saúde 30 dias após a primeira. Para os portadores de doenças crônicas é necessária a apresentação de prescrição médica com a indicação do imunizante. Mulheres no pós-parto devem apresentar algum documento que comprove terem dado à luz no período previsto pela campanha.

A vacina é segura e é a melhor forma de evitar doenças graves, internações ou mesmo óbitos por complicações associadas à gripe. Estudos demonstram que a imunização pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza. Pessoas febris, portadores de doenças neurológicas, com história de alergia grave relacionada a ovo e reação a doses anteriores devem consultar um médico antes de tomar a vacina. (da Agência Brasil, Douglas Corrêa)



Últimas

2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?
2020/02/12 » Comércio varejista fecha ano com alta de 1,8% nas vendas
2020/02/12 » Embrapa cria cenoura que dispensa agrotóxico
2020/02/12 » Conselho da Amazônia vai unificar ações do governo, diz Mourão
2020/02/11 » OMS nomeia infecção por coronavírus de Covid-19
2020/02/11 » Inflação do aluguel é de 6,86% em 12 meses
2020/02/11 » Portaria com novos valores dos benefícios do INSS é publicada no DO
2020/02/10 » Bombeiros recebem mais de 7 mil chamados devido às chuvas em São Paulo
2020/02/10 » Brasil e Japão assinam memorando para estimular judô nas escolas

Ver mais »