Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Joe Biden diz que confia no pleno restabelecimento das relações com o Brasil 18/06/2014

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse ontem (17), ao chegar ao Palácio do Planalto para reunião com a presidenta Dilma Rousseff, que confia no restabelecimento pleno das relações com o Brasil após as denúncias de que governantes de vários países foram alvo de espionagem dos norte-americanos. À pergunta de um jornalista se as relações podem ser plenamente restabelecidas, Biden respondeu: "Estou confiante que sim".

Esta é a primeira visita do vice-presidente norte-americano ao Brasil após as denúncias. Biden terá encontro combém com o vice-presidente Michel Temer. Durante a visita, ele busca ampliar a relação bilateral com o Brasil.

Ao sair, Biden limitou-se a dizer que a reunião foi boa. A expectativa é que ele faça uma declaração à imprensa na Embaixada dos Estados Unidos no início da tarde.

No ano passado, Dilma adiou a visita de Estado que faria aos Estados Unidos, no mês de outubro, após a divulgação das denúncias de que os Estados Unidos espionaram dados da presidenta e também da Petrobras. Na ocasião, a Presidência da República divulgou nota oficial informando que a decisão de adiar o encontro foi tomada pelos dois presidentes - Dilma Rousseff e Barack Obama, dos Estados Unidos.

Biden veio ao Brasil assistir ao jogo da Copa do Mundo entre os Estados Unidos e Gana, disputado ontem (16) em Natal (RN). O time norte-americano venceu a partida por 2 a 1. De acordo com a embaixada norte-americana, ele irá à Colômbia, República Dominicana e Guatemala, depois de passar pelo Brasil, para diálogos com os líderes desses países.

Em maio do ano passado, Joe Biden esteve no Brasil e se reuniu com a presidenta Dilma. Na ocasião, declarou que o Brasil superou a fase dos “países em desenvolvimento” e já alcançou o nível das nações desenvolvidas e que os dois países têm de “trabalhar juntos”.

Os Estados Unidos são o segundo principal parceiro econômico do Brasil, atrás apenas da China. A expectativa é que, até o fim do ano, o país tenha recebido mais de 26 mil estudantes brasileiros em universidades norte-americanas. (da Agência Brasil, Yara Aquino)



Últimas

2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?
2020/02/12 » Comércio varejista fecha ano com alta de 1,8% nas vendas
2020/02/12 » Embrapa cria cenoura que dispensa agrotóxico
2020/02/12 » Conselho da Amazônia vai unificar ações do governo, diz Mourão
2020/02/11 » OMS nomeia infecção por coronavírus de Covid-19
2020/02/11 » Inflação do aluguel é de 6,86% em 12 meses
2020/02/11 » Portaria com novos valores dos benefícios do INSS é publicada no DO
2020/02/10 » Bombeiros recebem mais de 7 mil chamados devido às chuvas em São Paulo
2020/02/10 » Brasil e Japão assinam memorando para estimular judô nas escolas

Ver mais »