Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Assassinatos sobem 6,3% na capital paulista, em agosto 26/09/2014

O número de assassinatos aumentou 6,3% em agosto, na capital paulista. Segundo balanço divulgado ontem (25) pela Secretaria de Estado de Segurança Pública, foram registrados 84 homicídios dolosos no mês, ante 79 em agosto do ano passado. No entanto, de janeiro a agosto o número de assassinatos caiu 2,7% em relação ao mesmo período de 2013. Baixou de 776 para 730.

O secretário de Segurança Pública, Fernando Grella, destacou, durante a apresentação das estatísticas, que apesar do crescimento mensal, o número de homicídios dolosos ainda é um dos menores dos últimos anos. No estado, o número de assassinatos caiu 12,6% - 325 em agosto último e 372 no mesmo mês de 2013. Segundo Grella, os números mostram que na cidade de São Paulo a taxa de homicídios está dentro do padrão considerado aceitável pela Organização Mundial da Saúde, de até dez casos por 100 mil habitantes. Em agosto, a tacha ficou em 9,81 na capital e 10,23 no estado.

Apesar da redução do número de assassinatos, os confrontos com a polícia têm aumentado. De janeiro a junho 317 pessoas foram mortas por policiais militares em serviço. No mesmo período de 2013, foram 150 mortes. “Em números absolutos houve aumento, mas em números relativos, considerados os confrontos, o percentual de pessoas que foram mortas ou fugiram e foram presas, não há nenhum desequilíbrio”, ressaltou Grella. De acordo com o secretário, no ano passado 17% dos confrontos com a polícia resultaram em morte. Em 2014 o índice caiu para 16%.

Na semana passada, o policial militar Henrique Dias Bueno de Araújo matou o vendedor ambulante Carlos Augusto Muniz Braga. O ambulante tentou tomar o spray de gás de pimenta do policial e levou um tiro na cabeça. O caso está sendo apurado pelo Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa e pela Corregedoria da Polícia Militar.

Grella relacionou o crescimento do número de confrontos ao aumento do número de crimes e da violência usada nos assaltos. “O nível de violência é maior, sem dúvida nenhuma, hoje. Isso não é só em São Paulo, mas em vários estados. Isso é uma realidade, inclusive pelo número de confrontos que a polícia tem tido. Número bem superior ao que havia no passado”, disse.

Em agosto, os roubos cresceram 11,7% no estado, com 25,3 mil casos, ante 22,6 mil verificados no mesmo mês de 2013. Na capital paulista, os registros subiram 13,6%, com 12,9 mil casos em agosto. Os latrocínios cresceram 10% no estado, em agosto, com 33 casos. (da Agência Brasil)



Últimas

2019/11/14 » Atividade econômica cresce 0,91% no terceiro trimestre
2019/11/14 » Caixa e BB iniciam quinta fase de pagamento de abono do PIS/Pasep
2019/11/14 » Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro
2019/11/14 » Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro
2019/11/13 » Privatização da Eletrobras deve reduzir tarifas para os consumidores
2019/11/13 » Caixa reduz para 4,99% a taxa de juros do cheque especial
2019/11/13 » Ministro diz que reforma da Previdência já atrai investidores
2019/11/12 » Setor de serviços cresce 1,2% em setembro, aponta IBGE
2019/11/12 » Cresce apoio do BNDES a projetos de micro, pequenas e médias empresas
2019/11/12 » Países do Brics buscam investimentos privados para infraestrutura
2019/11/12 » Faturamento do mercado de seguros cresceu 18,6% em setembro
2019/11/11 » Brics fomenta cooperação entre economias emergentes há 13 anos
2019/11/11 » Impostos dificultam pequenos e médios negócios, dizem empresários
2019/11/11 » IBGE revisa PIB de 2017 de 1% para 1,3%
2019/11/08 » Indicador da FGV mostra dificuldade de reação do mercado de trabalho
2019/11/08 » Petrobras recebe oferta de R$ 3,7 bilhões por Liquigás Distribuidora
2019/11/08 » Governo aumenta projeção de crescimento do PIB para 0,90%
2019/11/07 » Inflação de outubro é a menor para o mês desde 1998
2019/11/07 » Índice que serve de base para reajuste salarial tem variação de 2,76%
2019/11/07 » Seis em cada 10 empresários querem investir, mostra pesquisa do Sebrae

Ver mais »