Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Entidades da indústria e do mercado financeiro aprovam nova equipe econômica 28/11/2014

A equipe econômica do segundo mandato de Dilma Rousseff, anunciada oficialmente ontem (27), pelo Palácio do Planalto, recebeu a aprovação de entidades como a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo e a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Para a CNI, Joaquim Levy, indicado para o Ministério da Fazenda, e Nelson Barbosa, para o Ministério do Planejamento, têm “reconhecida competência técnica” a fim de comandar a equipe econômica do governo brasileiro. Em nota, a entidade diz que os futuros ministros “certamente atuarão de forma eficiente e eficaz para implementar medidas capazes de elevar a competitividade da economia brasileira”.

O presidente da CNI, Robson Andrade, destaca que a indústria deseja aprofundar o diálogo entre as partes e ajudar o Brasil a vencer os desafios do segundo mandato. Andrade, que se reuniu quarta-feira (26) com Dilma, desejou também êxito no trabalho dos novos ministros. A Federação Brasileira de Bancos também elogiou a escolha divulgada oficialmente nesta quinta-feira (27).

O anúncio também foi recebido com otimismo pela Anbima, cuja presidenta, Denise Pavarina, divulgou nota colocando a entidade à disposição de Dilma para “contribuir na construção de uma agenda ambiciosa para o desenvolvimento do mercado de capitais brasileiro”. Segundo a nota, os membros da associação prometeram manter o diálogo “frequente e franco” na interlocução com os representantes do setor público, “sempre com o objetivo de desenhar medidas que fomentem o desenvolvimento de canais privados de financiamento de longo prazo”.

Foi com “satisfação” que duas entidades industriais de São Paulo receberam a notícia. Também por meio de nota, a Fiesp e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo esperam que Levy, Barbosa e AlexandreTombini, que continuará presidindo o Banco Central, “conduzam a economia com responsabilidade, visão de futuro e estímulo aos que querem produzir”, e prometem continuar “parceiras na luta pela geração do emprego e pela redução da burocracia, dos impostos e dos entraves à produtividade da indústria”. (da Agência Brasil, Paulo Victor Chagas)



Últimas

2021/04/19 » O que é Ibovespa
2021/04/19 » Setor energético terá investimentos de R$ 3 tri até 2030, diz ministro
2021/04/19 » Banco Central altera norma para segunda fase do open banking
2021/04/16 » Serviços registram crescimento de 3,7% em fevereiro, diz IBGE
2021/04/16 » LDO de 2022 destravará gastos com obras em caso de atraso no Orçamento
2021/04/16 » Projeto da LDO prevê crescimento de 2,5% para o próximo ano
2021/04/16 » Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real
2021/04/16 » Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias
2021/04/16 » IGP-10 acumula inflação de 31,74% em 12 meses, diz FGV
2021/04/15 » Abertura de empresas bate recorde em 2020, diz Serasa
2021/04/15 » Indicador Antecedente tem queda de 2,2% em março, revela FGV
2021/04/15 » Vendas nos supermercados têm alta de 5,18% em fevereiro
2021/04/15 » Economia abre consulta pública para debater nova Lei de Licitações
2021/04/15 » Impacto da pandemia é maior para trabalhadores jovens, diz Ipea
2021/04/15 » Confiança do empresário cai pelo quarto mês seguido, diz CNI
2021/04/14 » Mais de 620 mil micro e pequenas empresas foram abertas em 2020
2021/04/14 » Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea
2021/04/14 » Taxa de empréstimo pessoal tem pequena alta em abril, aponta Procon-SP
2021/04/14 » Comércio varejista cresce 0,6% em fevereiro, diz IBGE
2021/04/13 » Calendário de restituições não muda com novo prazo do Imposto de Renda

Ver mais »