Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Tombini diz que inflação vai convergir para centro da meta de forma permanente 12/12/2014

A inflação tende a convergir para o centro da meta, de 4,5%, de forma permanente, disse ontem (11) o presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini. Em discurso para representantes da Federação Brasileira de Bancos e da Confederação Nacional das Instituições Financeiras, ele reafirmou o texto da ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), ao declarar que o processo será longo e que a inflação continuará alta no ano que vem.

Segundo Tombini, o caminho para a inflação cair para o centro da meta será gradual.

“O horizonte de convergência com o qual trabalhamos se estende até o fim de 2016. Embora o esforço ora empreendido pelo Banco Central tenha como foco a trajetória da inflação nos próximos dois anos, não se pode perder de vista que os ganhos decorrentes da esperada convergência da inflação para a trajetória de metas em 2016 vão se estender por vários anos, podendo, inclusive, ter caráter de permanência”, salientou.

Em novembro, a inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 6,56% no acumulado de12 meses, acima do teto da meta, de 6,5%. A meta, no entanto, vale apenas para o ano fechado. Tanto o mercado quanto o Ministério da Fazenda estimam que o IPCA encerrará 2014 pouco abaixo de 6,5%.

Durante o evento, em São Paulo, o presidente do BC ressaltou que os três grandes desafios para estimular o investimento privado e tornar sustentável o crescimento do país são a inclusão financeira da população sem acesso aos bancos, ampliação do crédito para pequenas e médias empresas e articulação do sistema financeiro ao mercado de capitais (de títulos e de ações). “Não são desafios novos, mas que permanecem presentes”, ressaltou.

Em relação às perspectivas para 2015, Tombini disse esperar uma melhora gradual da economia brasileira, com crescimento moderado do crédito, compatível com o atual momento econômico. “Nesses últimos anos, temos observado expansão moderada do crédito, após uma década de crescimento acentuado, impulsionado pela ascensão social de parcela expressiva da população, pelo processo de inclusão financeira e pelos avanços no mercado de trabalho”, observou.

Tombini elogiou a segurança do sistema bancário brasileiro. Segundo ele, a regulação do BC permitiu reduzir a inadimplência, ajudando a diminuir os riscos do sistema de crédito nos últimos anos. “Temos um sistema com ampla liquidez e bem provisionado. Isso traz benefícios diretos e indiretos para o país, com um nível elevado de segurança nas transações e boa reputação do sistema financeiro nacional”, acrescentou.

Confirmado na presidência do BC para o segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff, Tombini não comentou a manutenção do programa diário de vendas de dólares no mercado futuro, que tem como objetivo segurar a cotação da moeda norte-americana. Oficialmente, o programa acaba no fim do ano. (da Agência Brasil, Wellton Máximo)



Últimas

2019/12/13 » Estados Unidos e China concluem Fase 1 de acordo comercial
2019/12/13 » Grandes municípios perdem participação no PIB ano a ano, mostra IBGE
2019/12/13 » FGTS poderá distribuir mais que 50% dos lucros, informa governo
2019/12/12 » Receita faz nova operação de malha fina em empresas
2019/12/12 » Saúde amplia público para vacinas contra febre amarela e gripe
2019/12/12 » Produção de ovos de galinha bate novo recorde no país, diz IBGE
2019/12/11 » Acesso digital a serviços públicos gera economia de R$ 1,7 bi por ano
2019/12/11 » Comércio varejista registra a sexta alta consecutiva em outubro
2019/12/10 » Inflação para família de baixa renda tem alta de 0,54% em novembro
2019/12/10 » Safra de 2020 deve bater recorde e chegar a 240,9 milhões de toneladas
2019/12/10 » Mais 2 milhões de pessoas passam a ter esgoto e água potável em casa
2019/12/09 » Novas tecnologias digitais aumentam produtividade de empresas
2019/12/09 » Estimativa para inflação sobe para 3,84% este ano
2019/12/09 » Brasil e Paraguai terão livre comércio de automóveis
2019/12/09 » Brasil mantém posição no Índice de Desenvolvimento Humano em 2019
2019/12/04 » Produção industrial cresce 0,8% em outubro
2019/12/03 » Faturamento da indústria sobe 1,3% em outubro, diz CNI
2019/12/03 » Venda de veículos novos cresce 4,38% em novembro frente a 2018
2019/12/03 » Com nova revisão da balança comercial, exportações sobem US$ 6,4 bi
2019/12/03 » Balança comercial fecha novembro com menor superávit desde 2015

Ver mais »