Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Inflação medida pelo IGP-DI fecha 2014 com alta acumulada de 3,78% 09/01/2015

A inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) desacelerou significativamente no último mês do ano, fechando dezembro em 0,38% – queda de 0,76 ponto percentual em relação à variação de novembro, de 1,14%. Em dezembro de 2013, a variação foi 0,69%.

Com a alta de dezembro, o índice fechou o ano com variação acumulada de 3,78%, resultado inferior aos 5,52% da variação do IGP-DI de 2013 (queda de 1,74 ponto percentual). O IGP-DI de dezembro foi calculado com base nos preços coletados entre os dias 1º e 31 do mês de referência.

O índice foi divulgado ontem (8) pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio (FGV) e indica retrações em três dos quatro grupos que compõem o indicador, com destaque para o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), com peso de 60% na composição do IGP-DI. Depois de fechar novembro com variação positiva de 1,44%, o índice que mede os preços aos produtores registrou, em dezembro, variação de 0,3%. O principal responsável por este movimento foi o subgrupo alimentos in natura, cuja taxa fechou dezembro em 2,55%, depois da alta de 7,89% de novembro.

O grupo matérias-primas brutas, cuja taxa de variação caiu de 1,86% para uma deflação (inflação negativa) de 0,87%, de novembro para dezembro, chegou a apresentar retração de 2,73 pontos percentuais entre um período e outro.

A principal influência para a desaceleração nos preços do grupo veio da soja em grão, cujo preço caiu de 5,81% para 0,91%, entre novembro e dezembro; bovinos (6,35% para 1,82%); e milho (em grão) (13,45% para 4,37%).

Também o índice do grupo bens intermediários apresentou taxa de variação menor, caindo para 0,32% em dezembro, depois da alta de 1,42% no mês de novembro. O principal responsável pelo recuo foi o subgrupo materiais e componentes para a manufatura, cuja taxa de variação passou de 1,43% para -0,04%.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), com peso de 30%, registrou variação de 0,75%, em dezembro, ante 0,65% no mês anterior. Cinco das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação. A contribuição de maior peso para o avanço partiu do grupo Alimentação (0,65% para 1,06%). Nessa classe de despesa, destaca-se o comportamento do item alimentos prontos congelados, cuja taxa passou de -0,55% para 2,69%.

Também apresentaram acréscimo na taxa de variação os grupos transportes (de 0,62% para 0,66%); saúde e cuidados pessoais (0,42% para 0,52%); vestuário (0,46% para 0,72%); e comunicação (0,31% para 0,49%).

Nessas classes de despesa, o destaque foi o comportamento dos itens tarifa de táxi (0,00% para 8,67%), artigos de higiene e cuidado pessoal (-0,16% para 0,24%), roupas (0,38% para 0,94%) e tarifa de telefone móvel (0,57% para 1%), respectivamente.

Por fim, com peso de 10% na composição do IGP-DI, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou, em dezembro, variação de 0,08%, abaixo do resultado do mês anterior, de 0,44%. O índice relativo a materiais, equipamentos e serviços registrou variação de 0,18%. No mês anterior, a taxa havia sido 0,42%. O índice que representa o custo da mão de obra variou em dezembro. No mês anterior, o índice ficou em 0,46%. (da Agência Brasil, Nielmar de Oliveira)



Últimas

2020/11/27 » Volta de cobrança do IOF sobre crédito renderá cerca de R$ 2 bi
2020/11/27 » Indústrias do Mercosul e da UE pedem urgência para acordo comercial
2020/11/27 » Indústria paulista mantém expansão no ano apesar de queda em outubro
2020/11/26 » Expectativa de vida no Brasil sobe para 76,6 anos em 2019
2020/11/26 » Campos Neto: Pix vai gerar inclusão e reduzir custos para população
2020/11/26 » Vendas de máquinas e equipamentos têm alta de 16% em outubro
2020/11/25 » Anatel prevê leilão do 5G no final do primeiro semestre de 2021
2020/11/25 » Mercado de capitais analisa critérios socioambientais de empresas
2020/11/25 » Pix tem quase 4,4 milhões de portabilidade de chaves
2020/11/24 » Maioria dos reajustes até outubro teve ganhos reais, diz Dieese
2020/11/24 » Mercado aumenta previsão de inflação e prevê queda menor do PIB
2020/11/24 » Guedes anuncia que vai para o "ataque" com privatizações e reformas
2020/11/23 » Mais de 60% dos internautas no país usam serviços públicos digitais
2020/11/23 » Guia de financiamento ajuda empresas interessadas em sustentabilidade
2020/11/23 » Em reunião do G20, Guedes diz que recuperação do Brasil surpreende
2020/11/20 » Economia cresceu 7,5% do segundo para o terceiro trimestre, diz FGV
2020/11/20 » Produção e empregos estão em alta na indústria, diz CNI
2020/11/20 » Confiança do empresário do comércio sobe 4,1% em novembro, diz CNC
2020/11/18 » Aumento de exportações industriais traria R$ 376 bi para economia
2020/11/18 » Quase dois terços das indústrias esperam faturar mais em 2021

Ver mais »