Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Aneel pode arrecadar até R$ 17 bilhões com novo valor das bandeiras tarifárias 06/02/2015

Os novos valores das bandeiras tarifárias poderão representar aumento de quase R$ 6,5 bilhões na arrecadação prevista pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). De acordo com Tiago de Barros Correia, diretor da agência, a previsão era, no pior cenário, obter montante máximo de R$ 10,6 bilhões. Com o acréscimo, o montante pode atingir R$ 17 bilhões.

O diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, informou que a bandeira não representa necessariamente aumento de custo. Segundo ele, a bandeira apenas antecipa custos que teriam de ser repassados em outro momento, mas sem a incidência de juros.

“A bandeira aprimora a forma de repassar o custo já existente ao consumidor. Na prática, não é aumento, porque o custo seria repassado posteriormente, com acumulado do ano e remuneração pela Selic. Portanto [no formato antigo], o consumidor, além de pagar o custo com defasagem, pagava com remuneração. Com a bandeira, ele não paga o custo financeiro”, disse Rufino.

Tiago Correia lembrou que a bandeira tarifária é também um instrumento de comunicação das distribuidoras e da Aneel com o consumidor. “Se o consumidor aproveitar o sinal de preço para consumo mais consciente, ajudará a reduzir o preço da conta de luz. Estudos da Aneel mostram que 66% do consumo se concentram basicamente em ar-condicionado, chuveiro e geladeira.”

Ele acrescentou que são três itens aos quais o consumidor tem de ficar atento, porque uma redução no consumo permitirá que a bandeira vermelha não permaneça ao longo de todo o ano.

Sobre a possibilidade de o Ministério de Minas e Energia prorrogar por um mês o horário de verão, Rufino afirmou que a questão não passa pela Aneel. "A nós cabe apenas contribuir e subsidiar autoridades por meio de simulações. Estudos já estão sendo feitos, mas só a conclusão nos mostrará se vale a pena diminuir o prazo”, concluiu Rufino. (da Agência Brasil, Pedro Peduzzi)



Últimas

2020/01/17 » Varejo de SP espera crescimento de 5% em vendas de materiais escolares
2020/01/17 » Confiança do empresário do comércio tem melhor janeiro desde 2013
2020/01/17 » Dólar fecha acima de R$ 4,19, no maior valor desde início de dezembro
2020/01/17 » Atividade econômica cresce 0,18%, diz Banco Central
2020/01/16 » Dataprev é incluída no Programa Nacional de Desestatização
2020/01/16 » Ipea: alíquota de novo imposto proposto em PECs deve ficar em 27%
2020/01/16 » Inflação pelo Índice Geral de Preços–10 cai de 1,69% para 1,07%
2020/01/15 » Governo quer vender R$ 150 bi em participações em empresas em 2020
2020/01/15 » Novo reajuste do mínimo pode ter impacto de R$ 2,13 bi no Orçamento
2020/01/15 » Mochilas pesadas na infância podem acarretar problemas na fase adulta
2020/01/14 » Consumidor espera saldões para comprar com desconto produto mais caro
2020/01/14 » IR: contribuinte não poderá deduzir gasto com previdência de doméstica
2020/01/14 » Petrobras reduz preço da gasolina e diesel nas refinarias
2020/01/13 » Migração de empregadores para eSocial só terminará em 2023
2020/01/13 » Agronegócio brasileiro exportou US$ 96,8 bilhões em 2019
2020/01/13 » Mercado financeiro reduz estimativa de inflação este ano para 3,58%
2020/01/13 » Migração da poupança para outros investimentos exige cuidado
2020/01/13 » Setores de TI e internet dominam ranking sobre mercado de trabalho
2019/12/19 » Retomada do mercado de trabalho é lenta e se apoia na informalidade
2019/12/19 » Com alta dos preços da carne, inflação deve ficar em 0,81% em dezembro

Ver mais »