Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Confiança de serviços tem recorde negativo em fevereiro, mostra FGV 02/03/2015

O índice de Confiança de Serviços (ICS) voltou a cair em fevereiro recuando 5,4% em relação a março, depois de ter fechado o mês de janeiro com recuo de 2% em relação a dezembro do ano passado. Com a segunda queda consecutiva na série com ajuste sazonal, o ICS passou de 99,1 para 93,7 pontos, registrando o menor nível da série iniciada em junho de 2008.

O índice foi divulgado hoje (2), pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV). A pesquisa indica que o movimento negativo do ICS em fevereiro alcançou dez das 12 atividades e foi determinado tanto pelas avaliações sobre o momento presente quanto pelas expectativas em relação aos meses seguintes.

Após aumentar 5,5% em janeiro em relação a dezembro do ano passado, o Índice de Situação Atual apresentou em fevereiro queda de 6,9%; enquanto o Índice de Expectativas, que já havia fechado janeiro com queda de 6,6%, voltou a cair 4,5% em fevereiro frente a janeiro.

Para o consultor do Ibre Silvio Sales, o resultado de fevereiro retrata um setor “em contínua desaceleração”, inserido em um contexto em que a demanda reflete efeitos da inflação elevada e da queda da confiança do consumidor.

“Fevereiro marca um novo recorde negativo na curva de confiança do setor de serviços. As empresas têm avaliações desfavoráveis quanto à demanda atual e nos próximos três meses e sobre a situação atual e futura dos negócios, que atingem de modo generalizado os segmentos pesquisados neste início de ano. O resultado retrata um setor em contínua desaceleração, com a demanda refletindo os efeitos da inflação elevada”, disse.

O estudo indica que a piora do Índice de Situação Atual de janeiro para fevereiro foi determinada pela redução de 8,2% do indicador de Volume de Demanda Atual e de 5,7% do indicador de Situação Atual dos Negócios. “A proporção de empresas que avaliam o volume de demanda atual como forte diminuiu de 11,4% para 8,8% e a parcela das que o avaliam como fraco passou de 32,4% para 36,3%”, informou o Ibre.

A queda de 5,1% no indicador de Tendência de Negócios e de 3,9% no Indicador de Demanda Prevista levou à redução de 4,5% do Índice de Expectativa do setor, de janeiro para fevereiro. “A proporção de empresas esperando melhora da tendência dos negócios passou de 30,8% para 29,3% do total; enquanto a parcela das que esperam piora aumentou de 14,1% para 18,5%”, mostra o documento. (da Agência Brasil, Nielmar de Oliveira)



Últimas

2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?
2020/02/12 » Comércio varejista fecha ano com alta de 1,8% nas vendas
2020/02/12 » Embrapa cria cenoura que dispensa agrotóxico
2020/02/12 » Conselho da Amazônia vai unificar ações do governo, diz Mourão
2020/02/11 » OMS nomeia infecção por coronavírus de Covid-19
2020/02/11 » Inflação do aluguel é de 6,86% em 12 meses
2020/02/11 » Portaria com novos valores dos benefícios do INSS é publicada no DO
2020/02/10 » Bombeiros recebem mais de 7 mil chamados devido às chuvas em São Paulo
2020/02/10 » Brasil e Japão assinam memorando para estimular judô nas escolas

Ver mais »