Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Consumo de gás natural aumenta 3,2% em fevereiro 01/04/2015

O consumo de gás natural no mercado brasileiro em fevereiro deste ano subiu 3,2% na comparação com janeiro. Com isso, a demanda cresceu 8,8% no primeiro bimestre do ano, comparativamente aos dois primeiros meses do ano passado.

Os dados fazem parte do levantamento estatístico divulgado ontem (31) pela Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás). Segundo a Abegás, o aumento de consumo foi puxado pelo avanço do consumo automotivo, que, comparado a janeiro, registrou alta de 3,4% em fevereiro.

Os dados indicam que o gás natural fechou o segundo mês do ano com consumo médio de 80,6 milhões de metros cúbicos por dia (m³/dia) e expansão de 12,4% na extensão da rede distribuição. O volume de consumidores cresceu 8,4%. Hoje, são mais de 2,6 milhões em todo país, atendidos por mais de 28,4 mil quilômetros de rede de distribuição.

De acordo com o presidente da Abegás, Augusto Salomon, o aumento da procura pelo gás natural veicular (GNV) é por causa do reajuste da gasolina e do etanol – em fevereiro, o GNV chegou a valer menos 38% que a gasolina e 16% menos que o etanol.

Para Salomon, o setor de gás natural veicular deve dobrar o consumo do produto em todo o país. “Além de mais econômico, o custo por quilômetro rodado é 61% mais barato que o da gasolina e 59% que o do etanol. É um combustível ambientalmente mais amigável. É 20% menos poluente que gasolina e 15% menos que o etanol”, disse.

Segundo ele, o segmento residencial também contribuiu para o aumento do uso do gás natural. Após o período de sazonalidade de janeiro, ele voltou a subir, com alta de 12,5% em fevereiro, comparado a janeiro de 2015, e 10,4% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Registrando recuperação nos dois primeiros meses do ano, os segmentos comercial e industrial cresceram 6,5% e 2,4%, respectivamente. O despacho termelétrico, que vem puxando o aumento do consumo desde o ano passado, segue em alta. Na comparação com o mês anterior, o aumento atingiu 3,3% no consumo das térmicas. Comparado ao primeiro bimestre de 2015 com o do ano anterior, o aumento alcançou 26,8%. (da Agência Brasil, Nielmar de Oliveira)



Últimas

2020/02/27 » Contas públicas tem superávit recorde de R$ 44,12 bi em janeiro
2020/02/27 » Veja as dicas da OMS para se proteger do novo coronavírus
2020/02/27 » Com 11 casos, SP lidera registro de suspeitos de coronavírus no país
2020/02/21 » Polícia Rodoviária Federal inicia Operação Carnaval nesta sexta-feira
2020/02/21 » Escolas de samba movimentam economia durante todo ano no Rio
2020/02/20 » Banco Central injeta R$ 135 bilhões na economia
2020/02/20 » Programa para fazer Declaração do Imposto de Renda já está disponível
2020/02/20 » Prévia da inflação oficial fica em 0,22% em fevereiro
2020/02/19 » Comissão Europeia quer criar mercado único de dados
2020/02/19 » Confiança da indústria cai em fevereiro depois de 3 altas seguidas
2020/02/19 » Confiança da indústria cresce 0,7 ponto na prévia de fevereiro
2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE

Ver mais »