Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Manteiga enriquecida com ácido graxo pode ajudar pacientes com Alzheimer 10/07/2015

Pesquisa do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo sugere que o enriquecimento de manteiga com um tipo de ácido graxo encontrado na gordura de lacticínios – o ácido linoleico conjugado – pode ser útil para pacientes com a doença de Alzheimer. Testes com ratos mostraram que uma dieta com a manteiga modificada aumentou a atividade de uma enzima, chamada fosfolipase A2, que está ligada à memória.

A fosfolipase atua sobre gorduras que constituem as membranas celulares e os ácidos graxos, que funcionam como mediadores na formação da memória. Em pacientes sem a doença, as membranas celulares são fluidas e renovadas normalmente. Em pacientes com Alzheimer, são rígidas e dificultam a liberação de ácidos graxos, como o linoleico. Ao enriquecer a manteiga, aumenta-se a atividade dessa enzima, contribuindo para a memória.

“Essa enzima é alterada em pacientes com Alzheimer. Então, começamos a olhar o que poderia estar alterado nesses pacientes em relação ao metabolismo de fosfolipase”, disse a chefe do Laboratório de Neurociências, Leda Talib.

Os estudos com essa enzima são feitos há pelo menos 15 anos no laboratório, mas os testes com a manteiga enriquecida começaram há cinco anos com ratos, informou a pesquisadora. O trabalho foi publicado, em abril deste ano, no periódico científico Journal of Neural Transmission.

Os resultados com ratos indicam que a dieta enriquecida com ácidos graxos é eficaz para tratamento do estágio inicial da doença. Ainda será estudado se a manteiga modificada poderia ser usada também como prevenção do Alzheimer. De acordo com a pesquisadora, quando começam a aparecer os sintomas do Alzheimer, a doença já está estabelecida. "Ainda não se sabe em que momento a doença começa e, por isso, dizemos que [essa dieta] poderia ser uma medida preventiva. Ainda vamos investigar."

Quanto aos próximos passos da pesquisa, Leda disse que ainda serão feitos mais testes com animais antes de observar os efeitos em humanos, ainda sem previsão de data. Ela acrescentou que é preciso analisar os efeitos que essa alimentação rica em gordura pode acarretar na saúde dos animais. (da Agência Brasil, Camila Maciel)



Últimas

2020/01/17 » Varejo de SP espera crescimento de 5% em vendas de materiais escolares
2020/01/17 » Confiança do empresário do comércio tem melhor janeiro desde 2013
2020/01/17 » Dólar fecha acima de R$ 4,19, no maior valor desde início de dezembro
2020/01/17 » Atividade econômica cresce 0,18%, diz Banco Central
2020/01/16 » Dataprev é incluída no Programa Nacional de Desestatização
2020/01/16 » Ipea: alíquota de novo imposto proposto em PECs deve ficar em 27%
2020/01/16 » Inflação pelo Índice Geral de Preços–10 cai de 1,69% para 1,07%
2020/01/15 » Governo quer vender R$ 150 bi em participações em empresas em 2020
2020/01/15 » Novo reajuste do mínimo pode ter impacto de R$ 2,13 bi no Orçamento
2020/01/15 » Mochilas pesadas na infância podem acarretar problemas na fase adulta
2020/01/14 » Consumidor espera saldões para comprar com desconto produto mais caro
2020/01/14 » IR: contribuinte não poderá deduzir gasto com previdência de doméstica
2020/01/14 » Petrobras reduz preço da gasolina e diesel nas refinarias
2020/01/13 » Migração de empregadores para eSocial só terminará em 2023
2020/01/13 » Agronegócio brasileiro exportou US$ 96,8 bilhões em 2019
2020/01/13 » Mercado financeiro reduz estimativa de inflação este ano para 3,58%
2020/01/13 » Migração da poupança para outros investimentos exige cuidado
2020/01/13 » Setores de TI e internet dominam ranking sobre mercado de trabalho
2019/12/19 » Retomada do mercado de trabalho é lenta e se apoia na informalidade
2019/12/19 » Com alta dos preços da carne, inflação deve ficar em 0,81% em dezembro

Ver mais »