Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Mais de 2 mil testes nucleares já foram feitos no mundo desde 1945 06/01/2016

A bomba de hidrogénio que a Coréia do Norte assegura ter testado hoje (6) de madrugada eleva para 2.056 o número de testes nucleares realizados a nível mundial desde 1945.

O primeiro ensaio nuclear foi realizado pelos Estados Unidos em 16 de julho de 1945. Denominado Experiência Trinity, o teste ocorreu a 48 quilómetros de Socorro, próximo de Alamogordo, no Novo México.

Após o êxito do teste, Washington lançou em agosto desse mesmo ano duas bombas atómicas sobre as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, provocando a morte de cerca de 200 mil pessoas até fins de 1945.

As vítimas mortais relacionadas com esses dois bombardeios aumentariam ao longo dos anos em decorrência dos níveis de radioatividade e das doenças associadas.

Segundo a Organização do Tratado de Proibição Total de Ensaios Nucleares (CTBTO, na sigla em inglês), o número de testes nucleares realizados nas últimas sete décadas, até fevereiro de 2013 (quando o regime de Pyongyang testou outro dispositivo), era de 2.055.

No ranking das potências nucleares, os Estados Unidos lideram com a realização de 1.032 testes nucleares, seguidos pela antiga União Soviética e Rússia, com 715.

França (210), Reino Unido (45), China (45), Índia (3), Paquistão (2) e Coréia do Norte, com quatro testes, incluindo este último ensaio anunciado por Pyongyang, são os outros países que constam da lista.

De acordo com os dados disponibilizados pela CTBTO, os testes nucleares realizados entre 1945 e 1980 libertaram 510 megatoneladas de energia, equivalente a 34 mil bombas usadas em Hiroshima.

Em 1996, quando foi iniciado o processo para o Tratado de Proibição Total de Ensaios Nucleares, as grandes potências estabeleceram moratórias unilaterais, que foram respeitadas até hoje. Só a Índia, Paquistão e a Coréia do Norte quebraram essa moratória.

Entre as potências nucleares, o regime norte-coreano foi o último a surgir com os testes de armas atómicas, em 2006.

Desde então, Pyongyang realizou testes em 2009 e 2013 e, caso se confirme o ensaio desta madrugada, nesta primeira semana de 2016.

As manobras levaram à imposição de sanções internacionais contra o regime norte-coreano.

Várias resoluções das Nações Unidas proíbem Pyongyang de realizar atividades nucleares ou ligadas à tecnologia de mísseis balísticos.

O Tratado de Proibição Total de Ensaios Nucleares já foi assinado por 183 países, dos quais 162 ratificaram o documento.

O tratado ainda aguarda pela aprovação de oito países detentores de tecnologia nuclear: China, Egito, Coréia do Norte, Índia, Irã, Israel, Paquistão e Estados Unidos.

O primeiro artigo deste tratado estabelece que todos os estados signatários devem assumir o compromisso de não realizar testes de explosões, testes de armas nucleares ou de qualquer outra explosão nuclear.

Como explica a CTBTO, entidade que prepara e promove a aprovação do tratado, o protocolo proíbe explosões em toda a superfície do planeta, debaixo de água ou em zonas subterrâneas. (da Agência Lusa)



Últimas

2020/06/04 » Brasil inicia neste mês testes com vacina contra covid-19
2020/06/04 » MMA lança programa para impulsionar renda de quem protege as florestas
2020/06/04 » MMA abre consulta pública sobre reciclagem e reutilização de embalagem
2020/06/03 » Senado aprova projeto de doação de refeição não vendida
2020/06/03 » Câmara dá prioridade para mãe chefe de família no auxílio emergencial
2020/06/03 » Senado aprova congelamento de preços de remédios e de planos de saúde
2020/06/02 » Autor de PL sobre fake news faz alterações no texto antes de votação
2020/06/02 » Matrícula no ensino superior a distância aumentou 45% de 2016 a 2018
2020/06/02 » Entidades articulam maior geração de energia a partir de resíduos
2020/06/01 » Como declarar investimentos no Imposto de Renda
2020/06/01 » Papa diz que pessoas são mais importantes do que a economia
2020/06/01 » SP: prefeitura recebe protocolos setoriais para reabertura do comércio
2020/05/29 » Compras com auxílio emergencial poderão ser pagas via celular
2020/05/29 » Bolsonaro diz que auxílio emergencial deverá ter quarta parcela
2020/05/29 » Faturamento caiu em mais de 80% das indústrias nos últimos 45 dias
2020/05/29 » Pedidos de recuperação judicial caem 3,2% em abril
2020/05/28 » Plano de retomada da economia em São Paulo terá cinco fases
2020/05/28 » Fumante com coronavírus tem 14 vezes mais chances de morrer
2020/05/28 » Rússia adia cúpula do Brics devido ao novo coronavírus
2020/05/27 » Opas: Américas são novo epicentro da covid-19

Ver mais »