Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Safra de grãos pode ser 8,4% menor que a de 2015, diz IBGE 07/07/2016

As projeções mensais que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) faz para a safra brasileira de grãos deste ano continuam em queda e indicam que 2016 pode fechar com uma safra 8,4% menor do que a do ano passado, que foi de 209,4 milhões de toneladas.

Os dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), relativos a junho, apontam para uma produção total de cereais, leguminosas e oleaginosas de 191,8 milhões de toneladas, resultado que, se for confirmado, representaria 17,6 milhões de toneladas a menos que a safra recorde de 2015.

Nas projeções do LSPA de maio, que já apontavam para uma safra menor este ano, a queda prevista era de 2,1%, o equivalente a 4 milhões de toneladas a menos este ano. Os números da safra 2016, nas projeções de junho, indicam uma estimativa da área a ser colhida de 57,5 milhões de hectares, um recuo de 0,1% frente a 2015 (57,6 milhões de hectares).

Arroz, milho e soja são os três principais produtos da safra nacional de grãos e, somados, representaram 92,4% da estimativa da produção e 87,4% da área a ser colhida este ano. Em relação a 2015, houve crescimento de 2,8% nas projeções da área plantada de soja e redução de 1,2% na do milho e de 9,4% na de arroz.

Os dados de junho indicam que a produção será negativa para estes três produtos. A de milho, por exemplo, deverá fechar em queda de 18% em relação a produção do ano passado; a de arroz será menor em 12,2% e a da soja cairá 0,6%.

Regiões pesquisadas

Regionalmente, os dados da produção de cereais, leguminosas e oleaginosas não apresentaram alterações significativas. A região Centro-Oeste contínua com a maior produção percentual de cereais, leguminosas e oleaginosas (41,6% do total), o equivalente a 79,9 milhões de toneladas; o Sul com 38,7% e 74,2 milhões de toneladas; o Sudeste com 10,3%, 19,7 milhões de toneladas; e o Nordeste com 6,1%, 11,7 milhões de toneladas.

Em relação à safra de 2015, houve crescimento de expectativa para a produção do Sudeste, mais 1,9%; e quedas nas projeções de produção para as regiões Norte (-17,8%), Nordeste (-29,2%), Centro-Oeste (-11,1%) e Sul (-2,2%). Por estado, nessa avaliação para 2016, Mato Grosso foi o maior produtor nacional de grãos, com participação de 24,9% do total, seguido pelo Paraná (18,9%) e Rio Grande do Sul (16,5%). Somados, os três estados representaram 60,3% do total nacional previsto para este ano

Soja em queda

Com a colheita da soja praticamente encerrada, a estimativa da produção para a totalidade do país em junho é de 96,6 milhões de toneladas, queda de 0,3% frente a maio. A maior variação do mês ficou com o Paraná que, inclusive, informou a estimativa da produção da safrinha, 317,9 mil toneladas, abaixo da dimensionada anteriormente.

Com isso, a produção do estado em 2016 alcança 17 milhões de toneladas, com queda de 0,8% frente a maio. Já o Distrito Federal deve colher 208,6 mil toneladas nesta safra, com aumentos esperados na área plantada (89,8%) e na produção (82,9%). (da Agência Brasil, Nielmar de Oliveira)



Últimas

2021/05/06 » Entidades do setor produtivo criticam aumento de juros
2021/05/06 » Alta da Selic terá pequeno impacto sobre juros finais, diz Anefac
2021/05/06 » Copom eleva juros básicos da economia para 3,5% ao ano
2021/05/06 » Produção industrial cai 2,4% de fevereiro para março
2021/05/06 » Copom eleva juros básicos da economia para 3,5% ao ano
2021/05/05 » Dia das mães: data é a mais importante para o setor de flores
2021/05/05 » Relator da reforma tributária propõe fundir cinco tributos no IBS
2021/05/05 » Pagamento do abono anual para segurados da Previdência é antecipado
2021/05/05 » Medida restabelece regras flexíveis para compras e contratos públicos
2021/05/05 » Famílias com dívidas em atraso crescem para 67,3% em abril
2021/05/05 » MP reinstitui dispensa de licitação para compras relacionadas à covid
2021/05/05 » Reforma tributária tem de "atacar" programas de isenção, afirma Guedes
2021/05/05 » Inflação na saída das fábricas fica em 4,78% em março, diz IBGE
2021/05/04 » Balança comercial tem melhor saldo da história para meses de abril
2021/05/04 » Petróleo: produção na Bacia de Santos ultrapassa 70% do total nacional
2021/05/04 » Brasil não renovará pacto de transporte naval com Argentina e Uruguai
2021/05/04 » Mercado financeiro espera que Selic suba para 3,5% ao ano nesta semana
2021/05/03 » Maior leilão da história trará o 5G ao Brasil
2021/05/03 » Trabalho em home office tende a continuar após fim da pandemia
2021/05/03 » Banco Central nega falha de segurança no Pix e adverte contra golpes

Ver mais »