Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
CNPE altera oferta de áreas nas licitações de blocos de petróleo em 2018 e 2019 25/07/2017

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) publicou no Diário Oficial da União de hoje (25) autorização para que a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) promova modificações nas áreas de exploração e produção de petróleo selecionadas para oferta nas rodadas de licitações previstas para 2018 e 2019.

As mudanças constantes da Resolução CNPE 16/2017 permitem que a agência possa incluir blocos da Bacia de Sergipe-Alagoas (setores SSEAL-AUP1 e SSEAL-AUP2) e da Bacia de Pernambuco-Paraíba (setor SPEPB-AP3) na 15ª Rodada de Licitações de blocos Exploratórios. As alterações admitem, ainda, na mesma rodada, a inclusão de blocos da Bacia de Campos (setor SC-AP5), excluindo-os da 16ª Rodada de Licitações de blocos exploratórios.

Na mesma resolução, a ANP é autorizada a incluir os blocos da Bacia de Campos (setor SC-AP4) na 16ª Rodada de Licitações, prevista para 2019, e consequentemente excluindo-os da 15ª Rodada; e a ampliar para sul a área do prospecto de Uirapuru, na Bacia de Santos, visando avaliar os parâmetros técnicos e econômicos para sua oferta na Quarta Rodada de Licitações de blocos sob o Regime de Partilha de Produção, previsto para o próximo ano.

Mercado de Combustíveis

Também hoje, o CNPE, em publicação no Diário Oficial da União, lançou as diretrizes para o mercado de combustíveis. A Resolução nº 15, de 8 de junho de 2017, estabelece diretrizes estratégicas para o desenvolvimento do mercado de combustíveis, demais derivados de petróleo e biocombustíveis, com o objetivo de embasar a proposição de medidas que contribuam para a garantia do abastecimento nacional.

A resolução cria ainda o Comitê Técnico Integrado para o Desenvolvimento do Mercado de Combustíveis, demais Derivados de Petróleo e Biocombustíveis, integrado pelo Ministério de Minas e Energia, que o coordenará, pela ANP e outros órgãos.

As informações relativas às publicações encontram-se no site da ANP no endereço http://www.anp.gov.br/wwwanp/.

Ainda em relação aos leilões de áreas exploratórias, a ANP está realizando hoje Audiência Pública de Pré-Editais e Minutas da 2ª e 3ª Rodadas do Pré-Sal. A audiência, num hotel da Zona Sul do Rio de Janeiro, foi aberta às 9h pelo diretor da agência da ANP, Waldyr Barroso. As duas rodadas estão marcadas para o dia 27 de novembro e nelas serão ofertadas áreas nas bacias de Campos e de Santos. (da Agência Brasil, Nielmar de Oliveira)



Últimas

2020/11/27 » Volta de cobrança do IOF sobre crédito renderá cerca de R$ 2 bi
2020/11/27 » Indústrias do Mercosul e da UE pedem urgência para acordo comercial
2020/11/27 » Indústria paulista mantém expansão no ano apesar de queda em outubro
2020/11/26 » Expectativa de vida no Brasil sobe para 76,6 anos em 2019
2020/11/26 » Campos Neto: Pix vai gerar inclusão e reduzir custos para população
2020/11/26 » Vendas de máquinas e equipamentos têm alta de 16% em outubro
2020/11/25 » Anatel prevê leilão do 5G no final do primeiro semestre de 2021
2020/11/25 » Mercado de capitais analisa critérios socioambientais de empresas
2020/11/25 » Pix tem quase 4,4 milhões de portabilidade de chaves
2020/11/24 » Maioria dos reajustes até outubro teve ganhos reais, diz Dieese
2020/11/24 » Mercado aumenta previsão de inflação e prevê queda menor do PIB
2020/11/24 » Guedes anuncia que vai para o "ataque" com privatizações e reformas
2020/11/23 » Mais de 60% dos internautas no país usam serviços públicos digitais
2020/11/23 » Guia de financiamento ajuda empresas interessadas em sustentabilidade
2020/11/23 » Em reunião do G20, Guedes diz que recuperação do Brasil surpreende
2020/11/20 » Economia cresceu 7,5% do segundo para o terceiro trimestre, diz FGV
2020/11/20 » Produção e empregos estão em alta na indústria, diz CNI
2020/11/20 » Confiança do empresário do comércio sobe 4,1% em novembro, diz CNC
2020/11/18 » Aumento de exportações industriais traria R$ 376 bi para economia
2020/11/18 » Quase dois terços das indústrias esperam faturar mais em 2021

Ver mais »