Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Consumo de energia cresceu 0,8% em 2017, aponta Comitê do Setor Elétrico 08/03/2018

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) afirmou ontem (7) que o consumo total de energia elétrica no país voltou a crescer em 2017, fechando o ano com crescimento de 0,8%. Esta é a primeira vez que o consumo volta a crescer depois de dois anos de queda. Ainda assim, o CMSE destacou que o percentual de consumo está no mesmo patamar de 2014.

A maior alta, de 1,1%, foi registrada junto aos consumidores industriais, que atingiram crescimento igual ao de 2016. Já o consumo residencial expandiu 0,8% e o do setor de Comércio e Serviços 0,3%. Para o período de 2018-2022, a projeção de crescimento médio anual de consumo de energia é de 3,9%.

Situação dos reservatórios

Na reunião anterior, o comitê, que é responsável por analisar as condições de suprimento eletroenergético em todo o território nacional, destacou que, com exceção da Região Sul, as chuvas em janeiro foram inferiores à média na maior parte do Brasil.

Ao analisar o cenário de abastecimento dos reservatórios das usina hidrelétricas, o comitê disse que o mês de fevereiro fechou com chuvas superiores à média nas bacias dos rios Doce, São Francisco, Xingu, Madeira e Tocantins. Entretanto, as chuvas foram deficitárias nas bacias dos rios Grande, Paranaíba, Iguaçu, Uruguai e Jacuí.

Segundo o comitê, a energia armazenada nos reservatórios verificada ao final do mês foi de 37% no subsistemas Sudeste/Centro-Oeste, 73,5% no subsistema Sul, 26,3% no Nordeste e 62,1% no Norte. A nota destaca que, para o fim do mês de março, os valores de armazenamento esperados são de 44,6% no Sudeste/Centro-Oeste, 64,1% no Sul, 36,9% no Nordeste e 66,5% no Norte.

Ainda durante a reunião desta quarta-feira, o CMSE disse que para os próximos sete dias esperam-se precipitações mais abundantes nas bacias dos rios São Francisco, Doce, Tocantins e Xingu. Nas bacias dos rios Grande, Paranaíba, Madeira, Itaipu, Iguaçu, Uruguai e Jacuí há previsão de chuvas predominantemente inferiores à média histórica.

“O cenário mais provável de previsão para a segunda semana é de continuidade de maiores acumulados pluviométricos nas bacias do São Francisco, Doce, Tocantins e Xingu. No rio Madeira, assim como nas bacias da Região Sul, as precipitações serão próximas ou levemente inferiores aos valores históricos. Deverá chover abaixo da média nas bacias dos rios Grande e Paranaíba”, disse o comitê em nota.

Rio São Francisco

O CMSE disse que a política de redução na vazão nos reservatórios das usinas de Xingó e Sobradinho, localizadas na bacia do Rio São Francisco, vai permanecer com vistas à preservação dos estoques armazenados. Em quase 90 anos de medição oficial, a armazenagem dos reservatórios chegou a ficar, no ano passado, abaixo dos 7%, na maior seca da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco já registrada.

Segundo o comitê, as ações desenvolvidas vão possibilitar manter todas as usinas hidrelétricas acima de seus armazenamentos mínimos operacionais até o final do período úmido em abril de 2018. “A expectativa de armazenamento ao final do mês de março de 2018 é de 38,9% na UHE [Usina Hidrelétrica] Três Marias e de 48,3% na UHE Sobradinho, o que indica nível de armazenamento melhor que no ano 2017”, disse o CMSE. (da Agência Brasil, Luciano Nascimento)



Últimas

2018/12/17 » Temer inaugura primeira etapa do Satélite Geoestacionário de Defesa
2018/12/17 » Embraer e Boeing firmam parceria para acelerar crescimento
2018/12/17 » BC anuncia que atividade econômica cresce 0,02% em outubro
2018/12/17 » Mercado mantém estimativa de inflação em 3,71% este ano
2018/12/14 » Participação de cidades de SP e RJ no PIB nacional cai para 16,2%
2018/12/14 » China é principal destino das exportações brasileiras em novembro
2018/12/14 » Setor de serviços cresce 0,1% em outubro, diz IBGE
2018/12/13 » Varejo tem queda de 0,4% de setembro para outubro, diz IBGE
2018/12/13 » Veja repercussão da decisão do Copom de manter Selic em 6,5% ao ano
2018/12/13 » Copom mantém Selic em 6,5% ao ano pela sexta vez seguida
2018/12/12 » Multinacionais têm até dia 31 para informar dados cadastrais à Receita
2018/12/12 » Pesquisa revela que 43% dos idosos respondem pelo sustento da casa
2018/12/12 » Efeito estufa: transporte responde por 25% das emissões globais
2018/12/11 » Produção de motocicletas tem alta de 19% no acumulado até novembro
2018/12/11 » IBGE prevê safra de grãos 1,7% maior no próximo ano
2018/12/11 » IBGE estima queda de 5,5% na safra de grãos deste ano
2018/12/11 » Índice usado em contratos de aluguel acumula taxa de 7,45% em 12 meses
2018/12/10 » Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
2018/12/10 » Mercado reduz estimativa de inflação pela sétima vez
2018/12/10 » Intenção de investimentos da indústria cresce 4,4 pontos

Ver mais »