Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Produção de motos cresce 12,2% no primeiro trimestre, diz Abraciclo 12/04/2018

A produção de motocicletas do Polo Industrial de Manaus cresceu 12,2% nos três primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, chegando a 259.537 unidades. Os dados foram divulgados hoje (12), em São Paulo, pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Na comparação mensal dos números de produção, houve alta de 14,8% em março sobre o mesmo mês em 2017. Foram produzidas, no mês passado, 94.599 unidades. Em relação a fevereiro, o crescimento foi de 13,1%.

As vendas para o atacado registraram aumento de 8,4% durante o primeiro trimestre do ano (234 mil unidades comercializadas). No mês de março, foram vendidas 87.372 motocicletas para os concessionários, representando uma alta de 8,5% em relação a março do ano passado. Na comparação com fevereiro, houve elevação de 16,6%.

As vendas diretas ao consumidor tiveram aumento de 4% no primeiro trimestre do ano, com 210.970 emplacamentos. No mês passado, foi registrada queda de 4,3% nas vendas (79.320 motocicletas vendidas), na comparação com março de 2017. Em relação a fevereiro, houve alta de 25,9%.

Vendas no varejo

O presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, informou que a produção cresce em ritmo mais acelerado do que as vendas no varejo, porque há atraso na entrega das motocicletas. As motos são produzidas em Manaus e distribuídas para o restante do país.

“[A produção] desce de Manaus, via terrestre. Há um fluxo de logística de, em média, mais do que 15 dias. Alguns mercados estão com estoque abaixo do normal. Metade da produção de março, por exemplo, não foi vendida para o concessionário”, disse Fermanian.

A Abraciclo manteve as expectativas de alta no acumulado no final deste ano. A produção, segundo a entidade, deve crescer 5,9%. A projeção de venda no atacado é de aumento de 4,3% e, no varejo, alta de 1,6%. “Vamos aguardar, pois há instabilidade política, a Copa do Mundo. Mas, como a gente vê, os primeiros períodos do ano foram bem mais favoráveis do que a gente esperava”, afirmou. (da Agência Brasil, Fernanda Cruz)



Últimas

2018/12/17 » Temer inaugura primeira etapa do Satélite Geoestacionário de Defesa
2018/12/17 » Embraer e Boeing firmam parceria para acelerar crescimento
2018/12/17 » BC anuncia que atividade econômica cresce 0,02% em outubro
2018/12/17 » Mercado mantém estimativa de inflação em 3,71% este ano
2018/12/14 » Participação de cidades de SP e RJ no PIB nacional cai para 16,2%
2018/12/14 » China é principal destino das exportações brasileiras em novembro
2018/12/14 » Setor de serviços cresce 0,1% em outubro, diz IBGE
2018/12/13 » Varejo tem queda de 0,4% de setembro para outubro, diz IBGE
2018/12/13 » Veja repercussão da decisão do Copom de manter Selic em 6,5% ao ano
2018/12/13 » Copom mantém Selic em 6,5% ao ano pela sexta vez seguida
2018/12/12 » Multinacionais têm até dia 31 para informar dados cadastrais à Receita
2018/12/12 » Pesquisa revela que 43% dos idosos respondem pelo sustento da casa
2018/12/12 » Efeito estufa: transporte responde por 25% das emissões globais
2018/12/11 » Produção de motocicletas tem alta de 19% no acumulado até novembro
2018/12/11 » IBGE prevê safra de grãos 1,7% maior no próximo ano
2018/12/11 » IBGE estima queda de 5,5% na safra de grãos deste ano
2018/12/11 » Índice usado em contratos de aluguel acumula taxa de 7,45% em 12 meses
2018/12/10 » Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
2018/12/10 » Mercado reduz estimativa de inflação pela sétima vez
2018/12/10 » Intenção de investimentos da indústria cresce 4,4 pontos

Ver mais »