Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Lucro dos bancos corresponde a 14% do custo do crédito 12/06/2018

O lucro dos bancos correspondeu a 14,04% do custo do crédito para famílias e empresas, de acordo com dados divulgados hoje (12) pelo Banco Central (BC) no Relatório de Economia Bancária. Além da margem financeira (lucro) dos bancos, os custos do crédito são compostos por inadimplência (38,27%), despesas administrativas (25,55%) e tributos (22,13%). Esses dados são referentes ao ano passado.

Em relação a 2016, o lucro respondeu por 14,41% do custo do crédito para o tomador, a inadimplência por 38,57%, as despesas administrativas, 24,23%, e os tributos, 22,79%.

De acordo com o relatório, a ampliação da concorrência pode tornar os empréstimos mais baratos por meio da redução dos lucros. Segundo o BC, ainda que o lucro tenha menor peso nos custos para o tomador de crédito, ampliar a concorrência é uma “prioridade”. “A instituição [BC] vem tomando medidas para aumentar a disponibilidade de informações às instituições financeiras, adaptar a regulação de acordo com o porte da instituição financeira, fomentar a portabilidade de empréstimos, facilitar o acesso ou mudança de instituição financeira pelos clientes e incentivar inovações financeiras”, diz o BC.

Concentração bancária

Para o BC, maior concorrência entre os bancos não requer necessariamente menor nível de concentração bancária (poucos bancos atuando no mercado). “O Banco Central monitora a concentração do Sistema Financeiro Nacional e está atento aos riscos para o sistema e aos possíveis efeitos sobre o spread [diferença entre taxa de captação do dinheiro pelos bancos e a taxa cobrada dos clientes] bancário e outros preços. Entretanto, a relação entre concentração e spreads não é tão direta quanto o senso comum pode sugerir”, pondera. De acordo com o BC, outros fatores estruturais são importantes para se explicar o custo do crédito: despesas administrativas, impostos, margem financeira (lucro) e inadimplência.

De acordo com o relatório, em 2016, o Brasil estava no grupo de países com os sistemas bancários mais concentrados, o que inclui Austrália, Canadá, França, Holanda e Suécia.

Crescimento do crédito

No relatório, o BC projeta crescimento de 3% do crédito, este ano. Em março, o BC divulgou projeção maior: 3,5%. O saldo do crédito para pessoas físicas deve crescer 7%, enquanto para as empresas, a previsão é de queda de 2%. (da Agência Brasil, Kelly Oliveira)



Últimas

2018/10/17 » Atividade econômica registra terceiro mês seguido de crescimento
2018/10/17 » Indústria paulista gera 500 vagas de emprego em setembro
2018/10/17 » STF decide que imóveis de programa habitacional não pagam tributos
2018/10/16 » Setor de serviços cresce 1,2% de julho para agosto
2018/10/16 » Consumidores não acham que produção de alimento ameace o meio ambiente
2018/10/16 » Trocas de operadora de telefonia chegam a 1,6 milhão em três meses
2018/10/15 » Bancos já podem receber boletos vencidos acima de R$ 100
2018/10/15 » ANP autoriza dez empresas para oferta permanente de petróleo
2018/10/15 » Estimativa de inflação sobe pela quinta vez e vai para 4,43% este ano
2018/10/11 » Commodities aumentam participação nas exportações brasileiras, diz FGV
2018/10/11 » IBGE reduz estimativa de queda da safra para 6% neste ano
2018/10/11 » CNI reduz de 1,6% para 1,3% projeção de expansão da economia este ano
2018/10/11 » Com 238,5 milhões de toneladas, Conab estima recorde da safra de grãos
2018/10/11 » Comércio varejista cresce 1,3%, diz pesquisa do IBGE
2018/10/10 » Índice usado em contratos de aluguel acumula alta de 10,99%
2018/10/10 » Combustíveis e transportes têm maiores altas em setembro
2018/10/10 » Começa hoje segunda fase do eSocial para empresas de médio porte
2018/10/09 » Produção de motocicletas cresce 5,2% em setembro, diz Abraciclo
2018/10/09 » Greve dos caminhoneiros diminuiu produtividade da indústria, diz CNI
2018/10/09 » ANP: fiscalização a postos aumenta em 2018; autos de infração diminuem

Ver mais »