Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Ferramenta da ANP simula arrecadação de royalties nos próximos 5 anos 21/05/2019

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) disponibilizou no site da agência um mecanismo que permite estabelecer a estimativa anual de arrecadação de royalties do petróleo para estados, municípios e a União nos próximos cinco anos.

Essas estimativas se baseiam em alguns componentes, entre os quais volumes de produção dos poços e campos declarados pelas empresas, preços de referência internacionais do petróleo e do gás natural, taxas de câmbio, além de alíquotas de royalties previstas nos contratos de exploração e produção de petróleo e gás e decisões judiciais.

A ANS esclareceu que, devido às incertezas que cercam essas variáveis, não há garantia de que as estimativas feitas ao longo do período de cinco anos venham a se efetivar.

De acordo com a agência, essa ferramenta objetiva tornar mais transparentes as informações prestadas à sociedade, ao mercado, aos órgãos de controle, entre outros entes.

Estimativa

Para fazer uma estimativa de arrecadação dos royalties, é preciso ir ao endereço http://www.anp.gov.br/royalties-e-outras-participacoes/estimativa-royalties. Ali, o cidadão pode selecionar o estado e o município. Os royalties aparecem na tela, com a data e a hora da geração dos dados.

Na cidade fluminense de Macaé, por exemplo, a perspectiva de arrecadação com os royalties do petróleo chega a R$ 1,050 bilhão em 2023. Para o estado do Rio, no mesmo ano, os recursos dos royalties deverão alcançar quase R$ 8 bilhões, cabendo à União R$ 35,2 bilhões.

Royalties

Royalties são uma compensação financeira que as empresas produtoras de petróleo e gás no país pagam a estados, municípios e ao governo federal como remuneração pela exploração desses recursos naturais não renováveis. O termo royalties foi originado no século 15, na Inglaterra, e significa uma espécie de compensação ao rei pela disponibilização de suas terras para a exploração de minério.

A ANP disse que os royalties só são pagos enquanto existir produção de petróleo e gás natural e  que são pagos mensalmente pelas empresas produtoras à Secretaria do Tesouro Nacional (STN), que se encarrega de repassar os recursos aos beneficiários com base nos cálculos efetuados pela ANP, obedecendo a legislação em vigor. (da Agência Brasil, Alana Gandra)



Últimas

2019/06/18 » Inflação do aluguel é de 6,46% em 12 meses
2019/06/18 » PIB recua 0,9% no trimestre encerrado em abril, diz FGV
2019/06/17 » Exportações brasileiras crescem 10% em maio com vendas para os EUA
2019/06/17 » Produtividade do trabalho no país recua 1,1% no primeiro trimestre
2019/06/17 » Indicador antecedente da economia brasileira cai 0,9%, diz FGV
2019/06/17 » Mercado financeiro espera por cortes na Selic a partir de setembro
2019/06/17 » Estimativa do mercado para crescimento da economia cai para 0,93%
2019/06/17 » Potências reduzem, mas modernizam arsenais nucleares, diz relatório
2019/06/14 » Mercado segurador brasileiro cresce 4,9% no primeiro quadrimestre
2019/06/14 » Frustração faz grandes empresas investirem menos que o planejado
2019/06/14 » "Se forçar a barra, não aprova nada", diz Bolsonaro sobre Previdência
2019/06/14 » Ipea: inflação desacelera para todas as classe sociais
2019/06/14 » Atividade econômica tem queda de 0,47% em abril
2019/06/14 » ANS suspende venda de 51 planos de saúde de 11 operadoras
2019/06/14 » Inflação pelo IGP-10 cai de 0,70% para 0,49%, diz FGV
2019/06/13 » Produção de ovos de galinha cresce 6% no primeiro trimestre
2019/06/13 » Setor de serviços cresce 0,3% de março para abril, diz IBGE
2019/06/13 » Brasil tem baixa taxa de escolarização superior, diz Semesp
2019/06/12 » Comércio varejista recua 0,6% de março para abril, diz IBGE
2019/06/12 » Primeiro-ministro do Japão faz visita histórica ao Irã

Ver mais »