Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Biodiesel é investimento estratégico para o Brasil, diz ministro da Agricultura 28/11/2006

Brasília, 27/11/2006  - O Brasil caminha para ocupar papel de destaque na busca de fontes alternativas de energia, ao investir na produção de biocombustível. A avaliação é do ministro da Agricultura, Luís Carlos Guedes Pinto, que abriu no dia 27 de novembro a Feira Internacional de Agroenergia e dos Biocombustíveis, em Brasília. O encontro vai até quarta-feira (29) e reúne empresários e autoridades do Brasil e do exterior.

Para o ministro, a experiência brasileira no desenvolvimento de combustíveis renováveis pode fazer o país avançar rumo a uma posição de liderança no setor. “O Brasil tem todas as condições de conduzir a transição da civilização do petróleo para a civilização da bioenergia”, declarou.

O ministro da Agricultura também classificou como “prioridade nacional” a produção de biodiesel com plantas oleaginosas como mamona, dendê e pinhão. Guedes Pinto reafirmou que o governo se comprometeu, por lei, a adicionar 2% de biodiesel ao diesel em 2008. “Como o país consome 40 bilhões de litros por ano, pelo menos 800 milhões de litros passarão a ser produzidos em breve”, estimou o ministro.

Ele reiterou que o governo está determinado a antecipar a meta de 5% de biodiesel na mistura, que só passaria a valer em 2013. Para isso, o ministro ressaltou a criação do Centro Nacional de Pesquisa em Agroenergia. Desenvolvido este ano pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o centro pesquisa 17 espécies de vegetais e tem investimento previsto de R$ 36 milhões em 2007. “As experiências nessa área ainda são recentes, mas as perspectivas são animadoras”.

O ministro aproveitou a conferência para rebater as críticas de que a produção de etanol e de biodiesel pode resultar no aumento das derrubadas florestais no país. Ele explica que os investimentos em ciência e tecnologia aumentarão a produtividade, o que não comprometerá o meio ambiente. “O Brasil tem condições de ampliar a oferta sem a necessidade de desmatar um hectare”, assegurou.

Na abertura do evento, o ministro apresentou um levantamento da Embrapa que assegura a conservação dos recursos naturais no Brasil. Segundo o estudo, o país ainda tem conservados 69,5% das florestas nativas na comparação com os últimos 8 mil anos. “Na Europa, esse percentual é de 0,3% e na Ásia, de 5,6%”, comparou.

De acordo com o ministro, a produção de álcool de cana representa um exemplo de como o Brasil está investindo em novas fontes de energia e se livrando da dependência do petróleo. Ele destacou que atualmente 40% da frota de veículos brasileiros é movida a etanol e que 80% dos carros saíram da fábrica este ano com o sistema flex, que funciona tanto com álcool quanto com gasolina. Para ele, a adesão ao álcool de cana-de-açúcar traz benefícios à economia e ao meio ambiente. “Além de menos poluente, o álcool cria empregos no campo e é produzido de forma muito menos centralizada que o petróleo”, observou.

Para justificar o pioneirismo do Brasil no uso do etanol, o ministro lembrou que a história do etanol no país é anterior ao Proálcool, programa criado pelo governo na década de 70 para desenvolver a produção do álcool de cana. “Na verdade, os primeiros usos do álcool foram feitos há 100 anos, quando os carros começaram a chegar ao Brasil”, salientou. “Durante a crise da década de 30, o álcool também era largamente utilizado para substituir os combustíveis tradicionais”, acrescentou.

 

 

 

Agência Brasil - Wellton Máximo

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/04/06 » Saiba como cadastrar e usar a CNH digital
2020/04/06 » MEC autoriza antecipar formatura de alunos da área de saúde
2020/04/06 » Mercado financeiro prevê queda de 1,18% da economia este ano
2020/04/06 » ONU pede proteção a mulheres e crianças vítimas de violência doméstica
2020/04/06 » Cidades com mais de 50 mil habitantes começam a usar pregão eletrônico
2020/04/06 » Aplicativos devem garantir assistência a entregadores de alimentos
2020/04/03 » Governo zera impostos de produtos usados no combate ao coronavírus
2020/04/03 » Novo coronavírus traz novos desafios para cuidadores de idosos
2020/04/02 » Auxílio emergencial é publicado e governo abre crédito de R$ 98 bi
2020/04/02 » Medidas contra coronavírus custarão R$ 224,6 bi para o governo
2020/04/02 » Cientistas chineses anunciam descoberta contra covid-19
2020/04/02 » Covid-19: governo aprova medidas para área da assistência social
2020/04/02 » Senado aprova extensão de auxílio de R$ 600 a mais de 30 categorias
2020/04/02 » Bolsonaro sanciona MP da renda básica emergencial
2020/04/02 » Empresas têm 30 dias para se cadastrar na plataforma consumidor.gov.br
2020/04/02 » Governo prorroga prazo de entrega da declaração do IR por dois meses
2020/04/01 » Governo anuncia R$ 200 bilhões para socorrer trabalhadores e empresas
2020/04/01 » Governo reduz pela metade contribuições pagas ao Sistema S por 3 meses
2020/04/01 » Coronavírus: Câmara e Senado alteram tramitação de MPs
2020/03/31 » Líderes do Senado divulgam manifesto pelo isolamento social

Ver mais »