Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
População acha que ação social deve ser prioridade do governo, revela pesquisa CNI-Ibope 18/12/2006

Brasília, 18/12/2006 - Os brasileiros consideram que as ações na área social devem ser prioridades no segundo mandato do presidente Lula. É o mostra a pesquisa CNI-Ibope divulgada hoje pela Confederação Nacional da Indústria. Segundo a pesquisa, 52% dos entrevistados consideram que a área da saúde deve ganhar prioridade no segundo mandato. Em março de 2003, primeira rodada da pesquisa no governo Lula, esse índice era de 27%.

O combate ao desemprego, que em março de 2003 figurava no topo do ranking das prioridades, aparece agora em segundo lugar, com 39% das respostas. A população também considera que a área da educação deve estar entre as principais ações do governo. Entre os entrevistados, 26% consideram a educação a terceira prioridade do governo. Há quatro anos, a área aparecia em quinto lugar, com 15%.

Em terceiro lugar, aparece também o combate à violência, com 26% das respostas. A maior queda foi registrada nos itens combate à fome e à pobreza, que ficou em quarto lugar, com 16% das opiniões. Há quatro anos, o percentual era de 34%.

Levando-se em consideração a análise por regiões, o ranking apresenta mudanças. Para os entrevistados das regiões Sul e Sudeste, a ação prioritária deve ser o combate à corrupção, com 37% e 32% respectivamente. Nas regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste, 63% dos entrevistados consideram a segurança pública prioritária.

A pesquisa mostra ainda a percepção dos entrevistados sobre política e revela que 48% acompanham, em conversas com amigos, os temas dessa área. Além disso, aponta que a maioria dos entrevistados não atua em associações ou entidades. Dos entrevistados, 86% não participam de associações de moradores e 81% não são integrantes de associações profissional ou sindical. Em relação ao voto como instrumento de mudança,  51% dos entrevistados acreditam que o voto pode melhorar a vida das pessoas. Outros 47% pensam que o voto não interfere na vida.

Com relação à reforma política a pesquisa mostra que a maioria dos entrevistados, 54%, é contrária ao voto obrigatório,  mas 56% compareceriam às urnas se o sufrágio fosse facultativo.  A maioria, 77% dos entrevistados, desaprova o financiamento público das campanhas  e 52% se mostraram favoráveis à fidelidade partidária. A maioria 58% da população é favorável à reeleiçã e 38% são contrários.

A pesquisa CNI-Ibope foi feita entre 7 e 10 de dezembro com 2.002 eleitores em 141 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%.

 

 

 

 

 

Agência CNI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/02/21 » Polícia Rodoviária Federal inicia Operação Carnaval nesta sexta-feira
2020/02/21 » Escolas de samba movimentam economia durante todo ano no Rio
2020/02/20 » Banco Central injeta R$ 135 bilhões na economia
2020/02/20 » Programa para fazer Declaração do Imposto de Renda já está disponível
2020/02/20 » Prévia da inflação oficial fica em 0,22% em fevereiro
2020/02/19 » Comissão Europeia quer criar mercado único de dados
2020/02/19 » Confiança da indústria cai em fevereiro depois de 3 altas seguidas
2020/02/19 » Confiança da indústria cresce 0,7 ponto na prévia de fevereiro
2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?

Ver mais »