Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Brasileiros são empreendedores, mostra pesquisa CNI-Ibope 18/12/2006

Brasília, 18/12/2006 - Os brasileiros sonham em ser donos de um negócio ou trabalhar por conta própria. Na hora de optar por um caminho profissional, 62% da população abririam uma empresa ou seriam trabalhadores autônomos, outros 24% prestariam concurso público e 11% seriam empregados de empresas privadas.

As informações são da pesquisa CNI-Ibope, divulgada hoje pela Confederação Nacional da Indústria. As questões sobre motivações profissionais foram incluídas nessa rodada da pesquisa para avalia a força empreendedora da população, afirmou o diretor de Operações da CNI, Marco Antonio Guarita. "O país vem crescendo pouco nas ultimas décadas e saber como a população conviveu com esse baixo crescimento era uma questão que merecia ser analisada. O surge da pesquisa é um resultado muito positivo”, reforçou Guarita.

O estudo que confirma o espírito empreendedor dos brasileiros mostra que a disposição de ter uma empresa ou de trabalhar por conta própria é maior entre as pessoas de menor renda e baixa escolaridade. Entre os entrevistados que ganham até um salário mínimo, 66% disseram que gostariam de ter uma empresa ou ser um trabalhador autônomo. Essa também é a disposição de 63% das pessoas que estudaram até a 4ª série do ensino fundamental. Só 16% das pessoas com esse nível de escolaridade prestariam concurso público e 14% seriam empregados de empresas privadas.

Entre os brasileiros com curso superior completo, 50% abririam a própria empresa, 42% prestariam concurso público e 7% seriam empregados de empresas privadas. Mais da metade, 57%, dos que ganham mais de 10 salários mínimos disseram ter disposição para montar um negócio ou ser trabalhador autônomo. Outros 34% fariam concurso público e 6% seriam empregados de empresa privada.

A pesquisa também quis saber o que os brasileiros fariam se ganhassem um prêmio de R$ 300 mil na loteria. Trinta e sete por cento investiriam o dinheiro na abertura de uma empresa, outros 21% comprariam uma casa, 13% fariam aplicações financeiras e 12% aplicariam o valor em educação.  

A pesquisa CNI-Ibope foi realizada entre os dias 7 e 10 de dezembro com 2.002 eleitores em 141 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%.

 

 

 

 

 

Agência CNI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2019/10/16 » PIB tem alta de 0,6% no trimestre encerrado em agosto, diz FGV
2019/10/16 » Dia Mundial da Alimentação destaca valor da refeição saudável
2019/10/16 » Mais de 1 milhão de estudantes já visualizaram o cartão do Enem
2019/10/15 » Publicado decreto que regulamenta o trabalho temporário
2019/10/15 » Governo libera R$ 7,27 bi do Orçamento com recursos do petróleo
2019/10/15 » Nova cota para compras em free shops começa em 2020, diz presidente
2019/10/14 » Atividade econômica cresce 0,07% em agosto no Brasil
2019/10/14 » Nobel de Economia premia trio pelo combate à pobreza no mundo
2019/10/14 » Mercado financeiro reduz estimativa de inflação para 3,28% em 2019
2019/10/11 » BC dá aval para Cadastro Positivo começar a funcionar
2019/10/11 » CNI diz que PIB crescerá 0,9% este ano
2019/10/11 » Tratamento de médicos da USP faz desaparecer células de linfoma
2019/10/11 » Setor de serviços recua 0,2% de julho para agosto
2019/10/11 » Governo vai dobrar limite de compras em free shops
2019/10/11 » Dia mundial chama atenção para o estigma da obesidade
2019/10/10 » 16ª Rodada da ANP inclui áreas de elevado potencial e nova fronteira
2019/10/10 » Safra de grãos deve crescer 6,3% e fechar com recorde em 2019
2019/10/10 » Vendas do varejo sobem 0,1% de julho para agosto
2019/10/10 » IGP-M acumula inflação de 3,16% em 12 meses
2019/10/09 » Proposta de reforma do serviço público deve ser concluída este mês

Ver mais »