Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Atividade da Indústria paulista cresceu 3,1% em 2006, diz Fiesp 01/02/2007

 

São Paulo, 1/02/2007 - O Nível de Atividade da Indústria de transformação paulista fechou 2006 em alta. O indicador teve um leve crescimento de 3,1% no ano. No entanto, o mês de dezembro, descontado o ajuste sazonal, registrou queda de 2,7% em relação a novembro de 2006. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 31 de janeiro, pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP). 

De acordo com a pesquisa, o crescimento no acumulado do ano se deve às políticas do governo em manter os juros altos e câmbio valorizado. Segundo o diretor-adjunto do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da FIESP, Feres Abujamra, a entrada excessiva de produtos importados, em especial os chineses, têm prejudicado desenvolvimento da indústria nacional. "A taxa de câmbio afeta diretamente a capacidade de competição entre as empresas brasileiras e estrangeiras. Essa concorrência desleal causa sérias dificuldades para os exportadores e para o mercado interno, o que reflete diretamente no baixo crescimento do nível de atividade da indústria", explicou. 

Reequilibrar o câmbio está, segundo a pesquisa, entre os fatores necessários para garantir o bom desempenho da indústria nacional. Para o diretor do Departamento de Economia do CIESP, Boris Tabacof, enquanto for mantida a excessiva valorização do real, as exportações brasileiras continuarão prejudicadas. O diretor destaca ainda que a produção industrial não acompanhou o crescimento de 7,5% das vendas reais. "A economia como um todo tem gerado mais crescimento de vendas do que de produção. Parte disso é resultado de importação, mas está também havendo expansão de consumo por produtos com preços mais elevados porque os juros cobrados dos consumidores, nas vendas parceladas, quase dobram o preço do bem", concluiu.

 

 

 

 

Agência CNI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2021/04/16 » Serviços registram crescimento de 3,7% em fevereiro, diz IBGE
2021/04/16 » LDO de 2022 destravará gastos com obras em caso de atraso no Orçamento
2021/04/16 » Projeto da LDO prevê crescimento de 2,5% para o próximo ano
2021/04/16 » Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real
2021/04/16 » Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias
2021/04/16 » IGP-10 acumula inflação de 31,74% em 12 meses, diz FGV
2021/04/15 » Abertura de empresas bate recorde em 2020, diz Serasa
2021/04/15 » Indicador Antecedente tem queda de 2,2% em março, revela FGV
2021/04/15 » Vendas nos supermercados têm alta de 5,18% em fevereiro
2021/04/15 » Economia abre consulta pública para debater nova Lei de Licitações
2021/04/15 » Impacto da pandemia é maior para trabalhadores jovens, diz Ipea
2021/04/15 » Confiança do empresário cai pelo quarto mês seguido, diz CNI
2021/04/14 » Mais de 620 mil micro e pequenas empresas foram abertas em 2020
2021/04/14 » Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea
2021/04/14 » Taxa de empréstimo pessoal tem pequena alta em abril, aponta Procon-SP
2021/04/14 » Comércio varejista cresce 0,6% em fevereiro, diz IBGE
2021/04/13 » Calendário de restituições não muda com novo prazo do Imposto de Renda
2021/04/13 » Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 4,85% este ano
2021/04/13 » Inflação para idosos acumula taxa de 6,2% em 12 meses
2021/04/12 » Cadastro de imóveis rurais será completamente digitalizado

Ver mais »