Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Indústria quer desvincular benefícios da Previdência do salário mínimo 12/02/2007

 

Brasília, 12/02/2007 - O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto, defendeu hoje a desvinculação dos benefícios previdenciários do salário mínimo. "Essa vinculação já aumentou o gasto público de maneira perigosa nos últimos anos", afirmou, durante a instalação do Fórum Nacional da Previdência. Segundo ele, o setor privado não quer a estagnação do salário mínimo e nem do valor dos benefícios, mas a redução do desequilíbrio das contas da Previdência Social.

"Defendemos que o aposentado tenha assegurada a correção do valor real da aposentadoria.  Mas, hoje a elevação do salário mínimo produz impacto nas contas da Previdência", lembrou. Na avaliação de Monteiro Neto, a criação do Fórum é fundamental para  discutir  as medidas que terão resultados mais eficientes para a sociedade. "O setor empresarial já discute esse tema há muito tempo, tanto que temos um conjunto de recomendações amadurecidas. O futuro do desempenho da economia brasileira, como a taxa de crescimento, depende da gestão da Previdência", reforçou.

O presidente da CNI defendeu uma nova reforma previdenciária, que inclua a revisão da idade mínima para a aposentadoria, preservando os direitos adquiridos dos trabalhadores. "No mundo inteiro as pessoas estão vivendo mais, são mais produtivas. Há paises, por exemplo, que tem idade até 70 anos para aposentadoria", disse Monteiro Neto.

Durante a cerimônia de lançamento do Fórum, no Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que não pretende se envolver nas discussões a respeito da Previdência Social. "A partir de hoje, quando vierem falar de Previdência comigo mandarei procurar o Fórum. Ninguém melhor que os empresários, os aposentados e os trabalhadores para discutir a Previdência. Vou esperar que vocês trabalhem e daqui a seis meses elaboraremos a proposta que será encaminhada ao Congresso", afirmou. Lula reforçou que não admitirá medidas simplistas. "Vamos discutir com a responsabilidade de um país que quer oferecer um futuro plano de Previdência seguro."

Formado por representantes dos trabalhadores, empregadores e governo, o Fórum tem como desafio debater e apresentar uma proposta para  sustentabilidade da Previdência Social a longo prazo. Para o ministro da Previdência, Nelson Machado, os seis meses de discussão ajudarão a aperfeiçoar o sistema. "Vamos desenhar o futuro da Previdência para que possamos continuar prestando serviços. É preciso respeitar quem já está no mercado de trabalho, criando regras de transição. Precisamos de uma Previdência justa e sustentável", disse Machado.

 

 

 

 

Agência CNI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/12/04 » Receita Federal e Banco do Brasil iniciam arrecadação com Pix
2020/12/04 » Desentendimento político interrompe reforma tributária, diz Guedes
2020/12/04 » Pix tem 100 milhões de chaves registradas
2020/12/03 » Concessões de aeroportos, rodovias, portos e ferrovias entram no PPI
2020/12/03 » PPI tem 115 ativos para leilões e projetos de concessão em 2021
2020/12/03 » Venda de veículos automotores aumenta 0,45% de outubro para novembro
2020/12/03 » Produção industrial cresceu 1,1% em outubro, diz IBGE
2020/12/02 » CNI: produtividade do trabalho na indústria cresce 8% no 3º trimestre
2020/12/02 » Balança comercial registra superávit de US$ 3,73 bi em novembro
2020/12/02 » CNA prevê aumento da produção do agronegócio no próximo ano
2020/12/02 » População desocupada atinge 13,76 milhões em outubro
2020/12/01 » Ipea: investimentos têm alta de 3,5% em setembro
2020/12/01 » Contas públicas registram saldo positivo após oito meses de déficit
2020/12/01 » Estimativa do mercado financeiro para a inflação sobe para 3,54%
2020/11/30 » ANP retoma a 17ª Rodada de Licitações
2020/11/30 » Corretoras poderão atuar com pagamentos de boletos a partir de janeiro
2020/11/30 » Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV
2020/11/30 » Fiscalização do Procon-SP registra infração em 70% de lojas visitadas
2020/11/30 » Taxa de desemprego passa de 13,3% para 14,6% no terceiro trimestre
2020/11/30 » Inflação do aluguel sobe e acumula 24,52% em 12 meses

Ver mais »