Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Operações de crédito cresceram por causa da estabilidade econômica, informa o Banco Central 26/02/2007

 

Brasília, 26/02/2007 - O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes, avaliou hoje (26) que as operações de crédito vêm crescendo gradativamente por causa da maior estabilidade econômica do país, que faz com que as pessoas tenham certeza de poder pagar os compromissos assumidos. De acordo com o relatório de janeiro sobre Política Monetária e Operações de Crédito do Sistema Financeiro, as operações de crédito cresceram 21,4% nos últimos 12 meses.

Segundo o diretor do BC, quando as pessoas têm crescimento de renda e aumento dos níveis de ocupação, ficam “mais propensas a se endividar”. Altamir Lopes ressaltou ainda o fato de os juros relacionados a crédito virem caindo “de forma expressiva” em decorrência da redução da taxa básica de juros (Selic) e da estabilidade da inadimplência nos últimos meses.

“A taxa de juros às pessoas físicas e jurídicas vêm caindo, e isso faz com que se tenha maior demanda por crédito. Associado a isso tem também o quadro de elevação de prazos, o que torna os empréstimos mais atraentes”, disse.

O que está na contramão dessa tendência, apontou Altamir Lopes, é o spread (diferença que o banco cobra entre a captação e a concessão do empréstimo), que aumentou de 13,4% para 13,6% para pessoas jurídicas, e subiu de 39,6% para 40% para pessoas físicas.

De modo geral, segundo o Banco Central, os bancos reduziram de 142% para 141,9% ao ano a taxa média de juros do cheque especial em janeiro, com recuo de 5,9% em 12 meses. O crédito pessoal manteve a cobrança de taxa média de 57,2% e a aquisição de veículos encareceu de 32,3% para 32,7%, enquanto o crédito para aquisição de outros bens caiu de 61% para 59,3% ao ano.

Para as pessoas jurídicas houve aumentos de 31,1% para 32% nas aquisições para capital de giro e de 64,8% para 65,4% nas operações de conta garantida. O crédito às empresas ficou mais barato, contudo, em relação ao desconto de duplicatas, que caiu de 36,6% para 35,5%, e no desconto de promissórias, que baixou de 48,4% para 46,8% na comparação janeiro-dezembro.

Como vem acontecendo desde 2005, a modalidade de operação de crédito que tem crescido mais é a consignada em folha de pagamento, descontada diretamente no salário, sem riscos para o cedente, segundo o BC. Nesses casos, a taxa média cobrada pelos bancos foi de 32,9% em janeiro, com queda de 0,4 ponto percentual em relação a dezembro, no mesmo nível dos juros cobrados nos financiamentos de carros.

 

 

 

 

 

Agência Brasil - Stênio Ribeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/12/04 » Receita Federal e Banco do Brasil iniciam arrecadação com Pix
2020/12/04 » Desentendimento político interrompe reforma tributária, diz Guedes
2020/12/04 » Pix tem 100 milhões de chaves registradas
2020/12/03 » Concessões de aeroportos, rodovias, portos e ferrovias entram no PPI
2020/12/03 » PPI tem 115 ativos para leilões e projetos de concessão em 2021
2020/12/03 » Venda de veículos automotores aumenta 0,45% de outubro para novembro
2020/12/03 » Produção industrial cresceu 1,1% em outubro, diz IBGE
2020/12/02 » CNI: produtividade do trabalho na indústria cresce 8% no 3º trimestre
2020/12/02 » Balança comercial registra superávit de US$ 3,73 bi em novembro
2020/12/02 » CNA prevê aumento da produção do agronegócio no próximo ano
2020/12/02 » População desocupada atinge 13,76 milhões em outubro
2020/12/01 » Ipea: investimentos têm alta de 3,5% em setembro
2020/12/01 » Contas públicas registram saldo positivo após oito meses de déficit
2020/12/01 » Estimativa do mercado financeiro para a inflação sobe para 3,54%
2020/11/30 » ANP retoma a 17ª Rodada de Licitações
2020/11/30 » Corretoras poderão atuar com pagamentos de boletos a partir de janeiro
2020/11/30 » Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV
2020/11/30 » Fiscalização do Procon-SP registra infração em 70% de lojas visitadas
2020/11/30 » Taxa de desemprego passa de 13,3% para 14,6% no terceiro trimestre
2020/11/30 » Inflação do aluguel sobe e acumula 24,52% em 12 meses

Ver mais »