Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Lula reafirma direito a negociações com EUA, mas pede respeito ao Mercosul 26/02/2007

 

Colônia do Sacramento (Uruguai), 26/02/2007 - Em discurso na casa de campo do presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu o direito dos países membros do Mercosul de negociar acordos do próprio interesse. Lula ressaltou, no entanto, a necessidade de cumprir as regras do bloco.

O presidente brasileiro comentou a visita, em março, do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, à América do Sul. Disse que o Uruguai deve discutir com Bush temas de seu interesse, assim como o Brasil irá debater questões da agenda nacional como a produção de biocombustíveis.

“A relação do Mercosul não impede que isso aconteça. É preciso que cada país possa cuidar dos seus interesses, levando em conta que temos regras que nos obrigam enquanto Mercosul a termos determinados procedimentos, mas sem tolher a liberdade de cada país de fazer os acordos com seus interesses soberanos”, destacou Lula.

Ele voltou a falar sobre a responsabilidade do Brasil como maior economia do bloco e, por isso, principal apoiador e comprador da produção de países menores. Lula admitiu que nenhuma integração regional avançará se os acordos não forem justos. “Se não houver decisão de garantir equilíbrio, não haverá Mercosul, União Européia, ou qualquer acordo internacional.”

O presidente brasileiro disse que saiu do encontro com o presidente uruguaio convicto de que os dois países terão mais facilidade nos projetos de cooperação. Lula afirmou que o Brasil tem interesse em inserir o Uruguai na "era do biocombustível" e trabalhará nesse sentido.

Alegando déficit comercial no Mercosul, o Uruguai negocia acordo comercial com os norte-americanos, o que muitos especialistas consideram uma espécie de primeiro passo para um Tratado de Livre Comércio (TLC) com os Estados Unidos. As regras do Mercosul impedem que os sócios firmem TLC com nações de fora do bloco.

 

 

 

 

Agência Brasil - Carolina Pimentel

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/12/04 » Receita Federal e Banco do Brasil iniciam arrecadação com Pix
2020/12/04 » Desentendimento político interrompe reforma tributária, diz Guedes
2020/12/04 » Pix tem 100 milhões de chaves registradas
2020/12/03 » Concessões de aeroportos, rodovias, portos e ferrovias entram no PPI
2020/12/03 » PPI tem 115 ativos para leilões e projetos de concessão em 2021
2020/12/03 » Venda de veículos automotores aumenta 0,45% de outubro para novembro
2020/12/03 » Produção industrial cresceu 1,1% em outubro, diz IBGE
2020/12/02 » CNI: produtividade do trabalho na indústria cresce 8% no 3º trimestre
2020/12/02 » Balança comercial registra superávit de US$ 3,73 bi em novembro
2020/12/02 » CNA prevê aumento da produção do agronegócio no próximo ano
2020/12/02 » População desocupada atinge 13,76 milhões em outubro
2020/12/01 » Ipea: investimentos têm alta de 3,5% em setembro
2020/12/01 » Contas públicas registram saldo positivo após oito meses de déficit
2020/12/01 » Estimativa do mercado financeiro para a inflação sobe para 3,54%
2020/11/30 » ANP retoma a 17ª Rodada de Licitações
2020/11/30 » Corretoras poderão atuar com pagamentos de boletos a partir de janeiro
2020/11/30 » Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV
2020/11/30 » Fiscalização do Procon-SP registra infração em 70% de lojas visitadas
2020/11/30 » Taxa de desemprego passa de 13,3% para 14,6% no terceiro trimestre
2020/11/30 » Inflação do aluguel sobe e acumula 24,52% em 12 meses

Ver mais »