Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Lula vai propor a Bush investimentos no Haiti 26/03/2007

 

Brasília, 26/03/2007 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai propor ao presidente norte-americano, George W. Bush, investimentos para fortalecer a economia do Haiti, país mais pobre das Américas, além de parcerias na área de biocombustíveis e o destravamento das negociações agrícolas na Organização Mundial do Comércio (OMC).

"O que é importante é que a gente ajude a desenvolver o Haiti, portanto, nós queremos que haja investimento em dinheiro para que a gente trabalhe projetos de fortalecimento da economia no Haiti. E também discutir com o presidente Bush parceria entre Brasil e os Estados Unidos para ajudar países africanos a se desenvolverem, sobretudo na área do biodiesel e do etanol", disse, em seu programa semanal de rádio Café com o Presidente.

No dia 31 de março, Lula retribui a visita que Bush fez ao Brasil no início deste mês. Os dois vão se reunir em Camp David, casa de campo do presidente norte-americano, que fica perto da capital Washington.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU), órgão responsável por decidir as ações internacionais sobre a paz no mundo, decidiu ampliar até o dia 15 de outubro deste ano a permanência da Força de Estabilização de Paz no Haiti (Minustah). A missão, liderada pelo Brasil, está no país desde 2004, ano em que começou uma crise política e social com a queda do ex-presidente Jean Bertrand Aristide.

Para o presidente, o Brasil tem mostrado ao mundo sua visão de promover comércio mais justo."Com muita humildade, com muita serenidade, o Brasil vai fazendo a sua tese prevalecer, no sentido de criar um comércio mais justo, no sentido de procurar parcerias mais fortes. Então, o Brasil está num momento muito bom da sua política internacional. Às vezes, as coisas demoram mais do que a gente gostaria, porque todo mundo quer levar vantagem. Eu digo sempre que em acordo, seja em família, seja entre colegas, seja um negócio de um carro ou um negócio de Estado para Estado, o acordo vai ser bom quando os dois saírem dizendo que ganharam. Esse é o acordo ideal. Eu acho que o Brasil está no ponto, está no ponto para fortalecer a sua união com a União Européia, está no ponto para fortalecer o Mercosul e a União Europeía fazendo acordo, está no ponto para consolidar definitavemente essa relação estratégica que temos com os Estados Unidos", afirmou.

 

 

 

 

 

Agência Brasil - Carolina Pimentel

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/02/20 » Banco Central injeta R$ 135 bilhões na economia
2020/02/20 » Programa para fazer Declaração do Imposto de Renda já está disponível
2020/02/20 » Prévia da inflação oficial fica em 0,22% em fevereiro
2020/02/19 » Comissão Europeia quer criar mercado único de dados
2020/02/19 » Confiança da indústria cai em fevereiro depois de 3 altas seguidas
2020/02/19 » Confiança da indústria cresce 0,7 ponto na prévia de fevereiro
2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?
2020/02/12 » Comércio varejista fecha ano com alta de 1,8% nas vendas
2020/02/12 » Embrapa cria cenoura que dispensa agrotóxico

Ver mais »