Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Pesquisa do BC sinaliza leve melhora no crescimento da economia 02/04/2007

 

Brasília, 2/04/2007 - Depois de seis meses estabilizada em 3,50%, a perspectiva de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma das riquezas produzidas no país, dá sinais de aumento.

De acordo com pesquisa do Banco Central com uma centena de analistas de mercado e de instituições financeiras, na última sexta-feira (30), a projeção de aumento do PIB deste ano passou para 3,51%. Para o ano que vem a estimativa cresceu de 3,55% para 3,60%.

Os números constam do Boletim Focus, divulgado hoje (02) pelo BC, com os resultados da pesquisa sobre tendências do mercado para os principais indicadores da economia.

O documento mostra, por exemplo, que a relação entre dívida líquida do setor público e PIB, neste ano, deve cair da projeção anterior, de 48,52%, para 48,40%; e que, em 2008, a relação dívida/PIB deve ceder de 46,50%, na semana passada, para 45,40%.

A pesquisa mostrou pequena redução na expectativa de saldo comercial (exportações menos importações) no ano. A estimativa anterior, de US$ 39,60 bilhões, baixou para US$ 39,45 bilhões. Em sentido contrário, o cálculo de saldo de US$ 35 bilhões em 2008 aumentou para US$ 36 bilhões.

Os números permitem projetar US$ 8 bilhões para este ano no saldo de conta corrente, que envolve todas as transações comerciais e financeiras com o exterior.

As projeções são de que a cotação do dólar norte-americano termine o ano em R$ 2,11 (R$ 2,12 na estimativa da pesquisa anterior) e chegue ao final de 2008 cotado a R$ 2,20.

A pesquisa constatou, também, que a projeção da taxa básica de juros (Selic), atualmente de 12,75% ao ano, é de 12,50% na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) de abril. Os especialistas consultados apostam que a Selic continue caindo, gradativamente, até chegar ao final de 2007 em 11,50%; com possibilidade de ceder para 10,50% no final de 2008.

 

 

 

 

Agência Brasil - Stênio Ribeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2021/01/26 » Micro e pequenas empresas têm até sexta-feira para aderir ao Simples
2021/01/26 » Queda na arrecadação foi “resultado excelente”, diz Guedes
2021/01/26 » Confaz divulga nova tabela de preços médios de combustíveis
2021/01/25 » Pendências com o Simples atingem quase dois terços das empresas
2021/01/25 » Cepal: exportações da América Latina e do Caribe caíram 13% em 2020
2021/01/25 » Brasileiros acreditam que inflação será de 5,2% nos próximos 12 meses
2021/01/25 » Como contribuir para o INSS por conta própria
2021/01/25 » Como contribuir para o INSS por conta própria
2021/01/22 » Emprego cresce na indústria em um movimento atípico para dezembro
2021/01/22 » Monitor do PIB aponta alta de 1,1% na atividade econômica em novembro
2021/01/22 » Pesquisa da Conab indica queda na produção nacional de café em 2021
2021/01/21 » Entidades consideram acertada manutenção da Selic em 2% ao ano
2021/01/21 » Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
2021/01/21 » Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
2021/01/20 » ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
2021/01/20 » Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC
2021/01/20 » Confiança do empresário do comércio cai 2,2% em janeiro, diz CNC
2021/01/19 » CNI: faturamento da indústria cai pela primeira vez em sete meses
2021/01/19 » Produção de aço caiu 4,9% em 2020, informa o Instituto Aço Brasil
2021/01/19 » Atividade econômica tem alta de 0,59% em novembro, diz Banco Central

Ver mais »