Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Pesquisa do BC sinaliza leve melhora no crescimento da economia 02/04/2007

 

Brasília, 2/04/2007 - Depois de seis meses estabilizada em 3,50%, a perspectiva de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma das riquezas produzidas no país, dá sinais de aumento.

De acordo com pesquisa do Banco Central com uma centena de analistas de mercado e de instituições financeiras, na última sexta-feira (30), a projeção de aumento do PIB deste ano passou para 3,51%. Para o ano que vem a estimativa cresceu de 3,55% para 3,60%.

Os números constam do Boletim Focus, divulgado hoje (02) pelo BC, com os resultados da pesquisa sobre tendências do mercado para os principais indicadores da economia.

O documento mostra, por exemplo, que a relação entre dívida líquida do setor público e PIB, neste ano, deve cair da projeção anterior, de 48,52%, para 48,40%; e que, em 2008, a relação dívida/PIB deve ceder de 46,50%, na semana passada, para 45,40%.

A pesquisa mostrou pequena redução na expectativa de saldo comercial (exportações menos importações) no ano. A estimativa anterior, de US$ 39,60 bilhões, baixou para US$ 39,45 bilhões. Em sentido contrário, o cálculo de saldo de US$ 35 bilhões em 2008 aumentou para US$ 36 bilhões.

Os números permitem projetar US$ 8 bilhões para este ano no saldo de conta corrente, que envolve todas as transações comerciais e financeiras com o exterior.

As projeções são de que a cotação do dólar norte-americano termine o ano em R$ 2,11 (R$ 2,12 na estimativa da pesquisa anterior) e chegue ao final de 2008 cotado a R$ 2,20.

A pesquisa constatou, também, que a projeção da taxa básica de juros (Selic), atualmente de 12,75% ao ano, é de 12,50% na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) de abril. Os especialistas consultados apostam que a Selic continue caindo, gradativamente, até chegar ao final de 2007 em 11,50%; com possibilidade de ceder para 10,50% no final de 2008.

 

 

 

 

Agência Brasil - Stênio Ribeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/09/25 » Projeto do Senai vai qualificar trabalhadores para a indústria 4.0
2020/09/25 » Primeiro leilão de imóveis públicos do Rio será em outubro
2020/09/25 » CMN amplia limite de renda para microcrédito a empresas
2020/09/24 » Custos industriais caem 1,5% no segundo trimestre
2020/09/24 » Ministro da Economia diz que reforma deve ter tributos alternativos
2020/09/24 » Contas externas têm saldo positivo de US$ 3,7 bilhões
2020/09/23 » Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020
2020/09/23 » CNI: atividade industrial segue em recuperação com alta do emprego
2020/09/23 » Indicadores recentes sugerem recuperação parcial da economia, diz BC
2020/09/22 » Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA
2020/09/22 » Estudo brasileiro aponta que covid-19 pode causar danos cerebrais
2020/09/22 » Mercado financeiro reduz projeção de queda da economia para 5,05%
2020/09/21 » Turismo: metade das operadoras vende viagens para novembro e dezembro
2020/09/21 » Covid-19: maioria dos estados segue sem aulas presenciais
2020/09/21 » O que é o Sistema S?
2020/09/18 » Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
2020/09/18 » Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro
2020/09/18 » IBGE: desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto
2020/09/18 » CNI apresenta propostas para retomada da economia
2020/09/18 » Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses

Ver mais »