Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Amorim confirma que Lula e Bush querem acordo na OMC em 30 dias 03/04/2007

 

Brasília, 2/04/2007 - Brasil e Estados Unidos acreditam na viabilidade de um acordo, nos próximos 30 dias, na Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC). O prazo foi mencionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no programa Café com o Presidente desta segunda-feira. Em entrevista coletiva à imprensa, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, confirmou a expectativa.

“O horizonte de um mês para termos um acordo global foi mencionado vários vezes, portanto é algo muito concreto. Quando os presidentes dizem isso estão fazendo uma dupla manifestação, uma manifestação de vontade política e uma manifestação de possibilidade política”, enfatizou.

Amorim reconheceu, no entanto, que não houve avanço concreto no encontro entre Lula e Bush, no sábado (30), em Camp David (EUA). “Não houve nem pode haver. O Brasil não pode resolver só com os Estados Unidos, isso é um acordo a muitas mãos”, reiterou, referindo-se aos cerca de 150 países que integram a OMC. “Não há condição de ter números, mas o avanço em termos de disposição, de calendário já para uma série de reuniões, e a disposição dos líderes de falarem com outros líderes é muito clara”, acrescentou.

Em seu programa semanal de rádio, o presidente Lula afirmou que pretende conversar por telefone, ainda nesta semana, com o primeiro-ministro da Inglaterra, Tony Blair, e com a primeira-ministra da Alemanha, chanceler Angela Merkel. Amorim também tem agenda cheia nas próximas semanas. Ele se reunirá ainda neste mês, em Nova Delhi (Índia), com a representante de Comércio americana, Susan Schwab; o comissário europeu de Comércio, Peter Mandelson; e o ministro de Comércio indiano, Kamal Nath. Na sequência, deverá participar de encontro do G6 - grupo que lidera as negociações da OMC, formado por Brasil, Estados Unidos, União Européia, Índia, Austrália e Japão.

Nova reunião deve acontecer em maio, segundo o chanceler – a multilateralização do processo negociador, com inclusão dos demais membros da OMC, será um dos temas em pauta. As negociações seguem em paralelo, entre altos funcionários dos países envolvidos. “A expectativa é de que alguma coisa deve brotar”, disse Amorim, enfatizando que muito depende de acertos bilaterais ou entre determinados grupos de países.

A atual rodada de negociações foi lançada em 2001 e tem como eixo o fim do apoio financeiro concedido pelos países ricos a seus agricultores e a redução de barreiras, nos mercados dos países desenvolvidos, aos produtos agrícolas dos países em desenvolvimento. As nações desenvolvidas condicionam as negociações à abertura do setor de serviços e à facilitação da entrada de produtos manufaturados nos países em desenvolvimento. Há pressa nas negociações porque em julho expira o mandato do Executivo norte-americano para negociações comerciais e sua renovação depende do Congresso americano.

 

 

 

 

Agência Brasil - Mylena Fiori

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?
2020/02/12 » Comércio varejista fecha ano com alta de 1,8% nas vendas
2020/02/12 » Embrapa cria cenoura que dispensa agrotóxico
2020/02/12 » Conselho da Amazônia vai unificar ações do governo, diz Mourão
2020/02/11 » OMS nomeia infecção por coronavírus de Covid-19
2020/02/11 » Inflação do aluguel é de 6,86% em 12 meses
2020/02/11 » Portaria com novos valores dos benefícios do INSS é publicada no DO
2020/02/10 » Bombeiros recebem mais de 7 mil chamados devido às chuvas em São Paulo
2020/02/10 » Brasil e Japão assinam memorando para estimular judô nas escolas
2020/02/10 » Serviço Não Perturbe dos bancos começa a funcionar nesta quinta-feira
2020/02/07 » Governo prevê investimento de R$30 bi em ferrovias nos próximos 5 anos
2020/02/07 » Dólar passa de R$ 4,28 e fecha no maior nível desde criação do real

Ver mais »