Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Amorim confirma que Lula e Bush querem acordo na OMC em 30 dias 03/04/2007

 

Brasília, 2/04/2007 - Brasil e Estados Unidos acreditam na viabilidade de um acordo, nos próximos 30 dias, na Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC). O prazo foi mencionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no programa Café com o Presidente desta segunda-feira. Em entrevista coletiva à imprensa, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, confirmou a expectativa.

“O horizonte de um mês para termos um acordo global foi mencionado vários vezes, portanto é algo muito concreto. Quando os presidentes dizem isso estão fazendo uma dupla manifestação, uma manifestação de vontade política e uma manifestação de possibilidade política”, enfatizou.

Amorim reconheceu, no entanto, que não houve avanço concreto no encontro entre Lula e Bush, no sábado (30), em Camp David (EUA). “Não houve nem pode haver. O Brasil não pode resolver só com os Estados Unidos, isso é um acordo a muitas mãos”, reiterou, referindo-se aos cerca de 150 países que integram a OMC. “Não há condição de ter números, mas o avanço em termos de disposição, de calendário já para uma série de reuniões, e a disposição dos líderes de falarem com outros líderes é muito clara”, acrescentou.

Em seu programa semanal de rádio, o presidente Lula afirmou que pretende conversar por telefone, ainda nesta semana, com o primeiro-ministro da Inglaterra, Tony Blair, e com a primeira-ministra da Alemanha, chanceler Angela Merkel. Amorim também tem agenda cheia nas próximas semanas. Ele se reunirá ainda neste mês, em Nova Delhi (Índia), com a representante de Comércio americana, Susan Schwab; o comissário europeu de Comércio, Peter Mandelson; e o ministro de Comércio indiano, Kamal Nath. Na sequência, deverá participar de encontro do G6 - grupo que lidera as negociações da OMC, formado por Brasil, Estados Unidos, União Européia, Índia, Austrália e Japão.

Nova reunião deve acontecer em maio, segundo o chanceler – a multilateralização do processo negociador, com inclusão dos demais membros da OMC, será um dos temas em pauta. As negociações seguem em paralelo, entre altos funcionários dos países envolvidos. “A expectativa é de que alguma coisa deve brotar”, disse Amorim, enfatizando que muito depende de acertos bilaterais ou entre determinados grupos de países.

A atual rodada de negociações foi lançada em 2001 e tem como eixo o fim do apoio financeiro concedido pelos países ricos a seus agricultores e a redução de barreiras, nos mercados dos países desenvolvidos, aos produtos agrícolas dos países em desenvolvimento. As nações desenvolvidas condicionam as negociações à abertura do setor de serviços e à facilitação da entrada de produtos manufaturados nos países em desenvolvimento. Há pressa nas negociações porque em julho expira o mandato do Executivo norte-americano para negociações comerciais e sua renovação depende do Congresso americano.

 

 

 

 

Agência Brasil - Mylena Fiori

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/09/25 » Projeto do Senai vai qualificar trabalhadores para a indústria 4.0
2020/09/25 » Primeiro leilão de imóveis públicos do Rio será em outubro
2020/09/25 » CMN amplia limite de renda para microcrédito a empresas
2020/09/24 » Custos industriais caem 1,5% no segundo trimestre
2020/09/24 » Ministro da Economia diz que reforma deve ter tributos alternativos
2020/09/24 » Contas externas têm saldo positivo de US$ 3,7 bilhões
2020/09/23 » Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020
2020/09/23 » CNI: atividade industrial segue em recuperação com alta do emprego
2020/09/23 » Indicadores recentes sugerem recuperação parcial da economia, diz BC
2020/09/22 » Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA
2020/09/22 » Estudo brasileiro aponta que covid-19 pode causar danos cerebrais
2020/09/22 » Mercado financeiro reduz projeção de queda da economia para 5,05%
2020/09/21 » Turismo: metade das operadoras vende viagens para novembro e dezembro
2020/09/21 » Covid-19: maioria dos estados segue sem aulas presenciais
2020/09/21 » O que é o Sistema S?
2020/09/18 » Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
2020/09/18 » Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro
2020/09/18 » IBGE: desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto
2020/09/18 » CNI apresenta propostas para retomada da economia
2020/09/18 » Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses

Ver mais »