Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Na disputa entre nacionais e importados, consumidor sai ganhando, diz economista 09/04/2007

 

Brasília, 8/04/2007 - O consumidor brasileiro, que muitas vezes passa ao largo do debate sobre as oscilações do câmbio,  acaba se beneficiando com a desvalorização do dólar frente ao real.

Se, por um lado, os empresários falam de uma "desindustrialização" no país, e conseqüentemente, de desemprego, por outro, especialistas em comércio exterior lembram que o dólar mais fraco segura os preços e oferece opções antes não vicejadas.

"Com o preço do produtos importados mais barato, o consumidor pode ter acesso a uma série de artigos de outros países. Isso acaba pressionando os preços internos", comenta o economista Ricardo José Senna, da Conselho Federal de Economia (Confecon).

Segundo ele, o consumidor ganha tanto de maneira direta quanto indireta. "Comparando os preços do que vai compor a cesta de consumo, por exemplo, ele pode optar entre o produto nacional e o similar importado. E, muitas vezes, o importado está mais barato".

De maneira indireta, o barateamento de insumos e matérias-primas usadas na produção influencia no preço final cobrado ao consumidor. Se o fertilizante importado está mais barato, por exemplo, influencia o preço dos produtos agrícolas.

"Talvez isso possa demonstrar o barateamento da safra este ano, que será recorde por causa de alguns insumos", diz Senna.

Somente em março deste ano, a importação de adubos e fertilizantes cresceu 161% na comparação com o mesmo mês de 2006, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

O economista cita, ainda, o segmento de bebidas alcoólicas (especialmente de vinho) e o de cigarro, cujas importações aumentaram 58,3% nos primeiros três meses de 2007 em relação ao mesmo período do ano passado.

 

 

 

 

 

Agência Brasil - Edla Lula

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?
2020/02/12 » Comércio varejista fecha ano com alta de 1,8% nas vendas
2020/02/12 » Embrapa cria cenoura que dispensa agrotóxico
2020/02/12 » Conselho da Amazônia vai unificar ações do governo, diz Mourão
2020/02/11 » OMS nomeia infecção por coronavírus de Covid-19
2020/02/11 » Inflação do aluguel é de 6,86% em 12 meses
2020/02/11 » Portaria com novos valores dos benefícios do INSS é publicada no DO
2020/02/10 » Bombeiros recebem mais de 7 mil chamados devido às chuvas em São Paulo
2020/02/10 » Brasil e Japão assinam memorando para estimular judô nas escolas

Ver mais »