Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
População cresce quatro vezes e grau de urbanização chega a 81% em 60 anos 25/05/2007

 

Rio de Janeiro, 25/05/2007 - A população brasileira cresceu quatro vezes em 60 anos, passando de 41,2 milhões de habitantes em 1940 para 169,8 milhões em 2000. Nesse período, o país deixou de ser essencialmente rural, registrando um movimento acentuado de migração para as cidades. Os dados fazem parte da pesquisa Tendências Demográficas, divulgada hoje (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estudo foi feito com base no primeiro censo realizado pelo Instituto em 1940 e o último, em 2000.

A pesquisa mostra um país que na época do governo de Getúlio Vargas era essencialmente rural, com 28,2 milhões de habitantes vivendo no campo em 1940, o que correspondia a dois terços dos brasileiros. As cidades possuíam apenas 12,8 milhões de pessoas, número que em 2000 atingiu 137,9 milhões. Assim o grau de urbanização saltou de 31,3% para 81,2% nos 60 anos contabilizados.

O Amapá, que em 1940 era o estado com a menor população urbana, apenas 7,1%, em 2000 atingiu 89% de urbanização. Enquanto que o número de habitantes no Brasil cresceu quatro vezes nesse período, na região Centro-Oeste, a população ficou 11 vezes maior.

Nessa região, assim como na Norte, aponta o levantamento do IBGE,  “observou-se a presença de contingentes migratórios, atraídos não só por  uma expansão retardatária da fronteira, como o poder de atração do  entorno de Brasília e Goiânia”.

Os estados de Rondônia e Roraima, que em 1940 não atingiam 1 hab/km2, foram os que apresentaram os maiores crescimentos do país, 8% e 6%, respectivamente. Em decorrência de serem “áreas favorecidas por incrementos demográficos da expansão da fronteira agrícola, a partir da década de 1970”.

O estudo do IBGE traz, ainda, informações sobre sexo, idade, cor, religião, nacionalidade, educação, nupcialidade e grupos de atividades econômicas referentes aos censos.

 

 

 

 

 

Agência Brasil - Aline Beckstein

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/05/22 » Receita inicia hoje consulta ao primeiro lote do Imposto de Renda
2020/05/22 » Receita lança aplicativo CPF Digital
2020/05/22 » Especialistas alertam sobre sintomas menos comuns da covid-19
2020/05/19 » Tabagismo e coronavírus são combinação catastrófica, diz fundação
2020/05/19 » Vacina para covid-19 mostra resultado promissor
2020/05/19 » Alívio no mercado externo faz dólar cair para R$ 5,72
2020/05/18 » Critérios e avaliações na recuperação de covid-19
2020/05/18 » Veja como será o pagamento da 2ª parcela do auxílio emergencial
2020/05/18 » Dataprev aprova auxílio emergencial para 8,3 milhões de brasileiros
2020/05/15 » Anistia Internacional lança campanha sobre grupos carentes no Brasil
2020/05/15 » Clientes podem acessar serviços públicos com senha do Banco do Brasil
2020/05/15 » Governo prorroga prazo de entrega da declaração do IR por dois meses
2020/05/14 » Confira pagamentos e tributos adiados ou suspensos durante pandemia
2020/05/14 » Com pandemia, 76% do setor industrial reduziu produção
2020/05/14 » Estudo da Unicamp indica lockdown em SP se isolamento não aumentar
2020/05/13 » Maioria dos governadores manterá academias e salões fechados
2020/05/13 » Programa de redução de salário preserva mais de 7 milhões de empregos
2020/05/13 » Justiça determina que bancos esclareçam propaganda enganosa
2020/05/12 » Ministério da Saúde propõe novas diretrizes para distanciamento social
2020/05/12 » Covid-19: Brasil tem 168 mil casos confirmados e 11,5 mil mortes

Ver mais »