Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Confiança da indústria atinge maior nível desde 2005, diz FIRJAN 01/06/2007

 

Rio de Janeiro, 1/06/2007 - O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) fluminense de abril, divulgado ontem pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), atingiu 60,5 pontos, marca mais elevada desde o início da série histórica, com método revisto e aperfeiçoado, a partir de abril de 2005. A indicação de estabilidade é em 50 pontos. Na comparação com o índice do mesmo mês de 2006, também revisado pelo novo método, os dados mostram que a avaliação dos empresários do estado do Rio de Janeiro mudou positivamente em relação a todos os itens que entram na formação do ICEI, principalmente os referentes às condições atuais da empresa. A pesquisa da FIRJAN, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), entrevistou 201 indústrias no período de 30 de março a 20 de abril.

O otimismo revelado pela pesquisa retrata o resultado positivo das vendas reais da indústria fluminense nos quatro primeiros meses deste ano. A pesquisa Indicadores Industriais da FIRJAN, também divulgada ontem, revela alta acumulada de 4,1% na comparação com o período de janeiro a abril de 2006. Os resultados da pesquisa do mês de abril foram favoráveis, confirmando as expectativas de expansão gradual da atividade industrial do estado do Rio de Janeiro. Crescimento mais intenso, no entanto, exige reformas que diminuam a carga tributária para complementar os cortes nas taxas de juros básicos, conforme análise da Diretoria de Desenvolvimento Econômico da FIRJAN.

Isoladamente, em abril último, as vendas reais recuaram 2,3%, na série livre de influências sazonais - procedimento estatístico que retira o efeito das variações típicas de determinada época do ano. Essa redução representa acomodação da atividade industrial diante do bom resultado de março e, também, o fato de o mês de abril ter tido menos três dias úteis. As horas trabalhadas, em abril, também recuaram pelos mesmos motivos. A retração foi de 1,3% frente a abril de 2006 e de 2,3% sobre março deste ano.
A tendência da atividade industrial do estado, contudo, continua sendo de alta, tanto que o índice de vendas de abril último foi o segundo melhor do ano e o segundo melhor mês de abril de toda a série histórica, iniciada em janeiro de 1992. Outro indicativo que reforça a tendência é a utilização da capacidade instalada: entre março e abril passou de 79,9% para 80,5%.

 

 

 

 

Agência CNI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/09/25 » Projeto do Senai vai qualificar trabalhadores para a indústria 4.0
2020/09/25 » Primeiro leilão de imóveis públicos do Rio será em outubro
2020/09/25 » CMN amplia limite de renda para microcrédito a empresas
2020/09/24 » Custos industriais caem 1,5% no segundo trimestre
2020/09/24 » Ministro da Economia diz que reforma deve ter tributos alternativos
2020/09/24 » Contas externas têm saldo positivo de US$ 3,7 bilhões
2020/09/23 » Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020
2020/09/23 » CNI: atividade industrial segue em recuperação com alta do emprego
2020/09/23 » Indicadores recentes sugerem recuperação parcial da economia, diz BC
2020/09/22 » Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA
2020/09/22 » Estudo brasileiro aponta que covid-19 pode causar danos cerebrais
2020/09/22 » Mercado financeiro reduz projeção de queda da economia para 5,05%
2020/09/21 » Turismo: metade das operadoras vende viagens para novembro e dezembro
2020/09/21 » Covid-19: maioria dos estados segue sem aulas presenciais
2020/09/21 » O que é o Sistema S?
2020/09/18 » Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
2020/09/18 » Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro
2020/09/18 » IBGE: desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto
2020/09/18 » CNI apresenta propostas para retomada da economia
2020/09/18 » Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses

Ver mais »