Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Projeção de inflação no ano cai para 3,91% 15/10/2007

 

Brasília, 15/10/2007 - O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que baliza as correções oficiais, deve fechar o ano em 3,91%, com queda acentuada em relação aos 4,01% projetados na semana anterior, como mostra o Boletim Focus, divulgado há pouco pelo Banco Central. A estimativa para o IPCA em outubro é de 0,27% e de 0,30% em novembro.

O boletim é resultado de pesquisa que o BC realiza todas as semanas com uma centena de analistas de mercado e de instituições financeiras sobre tendências dos principais indicadores da economia. A última pesquisa foi feita na quinta-feira (11), já sob reflexos da divulgação, na véspera, do IPCA de setembro, que foi de 0,18% -- abaixo da expectativa dos especialistas.

A projeção do IPCA de 2007 reafirma a aposta dos especialistas de que a inflação deste ano ficará abaixo da meta de 4,50%, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). A estimativa é reforçada pela projeção de queda na inflação dos próximos 12 meses, que caiu de 3,85%, na pesquisa anterior, para 3,83%.

A expectativa de inflação medida pelo IPCA ficou um pouco abaixo dos cálculos da Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (Fipe) para o comportamento de preços na capital paulista. Lá, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-Fipe) reafirma a projeção de 3,95%.

A pesquisa repete também o cálculo de 2,40% no ano para os reajustes acumulados dos preços administrados por contrato ou monitorados. Caso dos combustíveis, energia elétrica, telefonia, medicamentos, educação e outros, que devem ter correções de 3,70% no ano que vem, ante projeção de 3,75% na semana passada.

Em sentido contrário, as perspectivas de preços no atacado são de alta há 11 semanas, de acordo com os dois indicadores de referência da Fundação Getulio Vargas (FGV). O índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) aumentou de 5,55% para 5,66%, de uma semana para outra, e o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) passou de 5,30% para 5,44%.

 

 

 

 

Agência Brasil - Stênio Ribeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2019/11/19 » Petrobras reajusta gasolina em 2,8% nas refinarias
2019/11/19 » Setor de infraestrutura tem feito "mais com menos", diz secretário
2019/11/19 » Déficit primário encerrará o ano abaixo de R$ 80 bilhões, diz Guedes
2019/11/18 » Instituições financeiras elevam expectativa de inflação para 3,33%
2019/11/18 » Com Selic em queda, poupança pode passar a render menos que a inflação
2019/11/14 » Atividade econômica cresce 0,91% no terceiro trimestre
2019/11/14 » Caixa e BB iniciam quinta fase de pagamento de abono do PIS/Pasep
2019/11/14 » Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro
2019/11/14 » Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro
2019/11/13 » Privatização da Eletrobras deve reduzir tarifas para os consumidores
2019/11/13 » Caixa reduz para 4,99% a taxa de juros do cheque especial
2019/11/13 » Ministro diz que reforma da Previdência já atrai investidores
2019/11/12 » Setor de serviços cresce 1,2% em setembro, aponta IBGE
2019/11/12 » Cresce apoio do BNDES a projetos de micro, pequenas e médias empresas
2019/11/12 » Países do Brics buscam investimentos privados para infraestrutura
2019/11/12 » Faturamento do mercado de seguros cresceu 18,6% em setembro
2019/11/11 » Brics fomenta cooperação entre economias emergentes há 13 anos
2019/11/11 » Impostos dificultam pequenos e médios negócios, dizem empresários
2019/11/11 » IBGE revisa PIB de 2017 de 1% para 1,3%
2019/11/08 » Indicador da FGV mostra dificuldade de reação do mercado de trabalho

Ver mais »