Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Juros do cheque especial mantêm queda e chegam ao nível mais baixo desde 1994 29/01/2008

 

Brasília, 29/01/2008 - No mês de dezembro, os juros do cheque especial chegaram a 138,1% ao ano, valor abaixo dos 138,7% registrados em novembro, mantendo a trajetória de queda. Antes de novembro, o menor valor alcançado pelos juros do cheque especial havia sido em dezembro de 1999  (138,8%). Com isso, a taxa de dezembro é a menor da série histórica, iniciada em 1994.

A taxa de juros do crédito pessoal , incluindo a modalidade com desconto em folha, ficou em 45,8% ao ano, com queda de   um  ponto percentual em relação a novembro (45,8%). Os juros anuais do financiamento para a compra de veículos, no entanto, ficaram mais altos, passando de 28,5% em novembro para 28,8%.

Em dezembro, o volume de crédito do Sistema Financeiro Nacional chegou a R$  932,311, o que equivale a  34,7 % do total dos bens e serviços produzidos no país, o Produto Interno Bruto (PIB). O resultado se deve ao aquecimento característico da economia no final do ano em função das festas. Em novembro, o volume de crédito correspondeu a 34,2% da economia, totalizando R$ 909,648 bilhões (número atualizado).

O índice de inadimplência ficou em 4,3%  em relação ao total de crédito. Esse percentual refere-se ao saldo em atraso acima de 90 dias.

Os empréstimos para pessoas físicas somaram R$ 316,822 bilhões, um crescimento de 1,2 % em relação a novembro e de 33,1 % nos 12 meses fechados em dezembro (anualizado). Para as empresas o volume de crédito foi de R$ 342,157 bilhões, 4,4% a mais em relação a novembro e de 31,4 % no anualizado.

O spread - a diferença entre os juros que os bancos pagam nos investimentos (captação) e o que cobram na concessão do empréstimo (financiamentos) - ficou em 11,9 pontos percentuais para empresas e 31,9 pontos percentuais para pessoas físicas. Boa parte do lucro dos bancos vem do spread.

Os dados constam da Nota de Política Monetária e de Operações de Crédito do Sistema Financeiro, divulgada hoje (26) pelo Banco Central. Daqui a pouco o chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes, comenda sobre a nota em entrevista coletiva à imprensa.

 

 

 

 

 

Agência Brasil - Kelly Oliveira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/10/22 » Confiança da indústria atinge maior nível em nove anos
2020/10/22 » Opas: América Latina não deve relaxar enfrentamento à pandemia
2020/10/22 » Faturamento do setor de turismo no Brasil tem redução de 33,6% em 2020
2020/10/21 » Setor mineral brasileiro tem resultado positivo no 3º trimestre
2020/10/21 » Decreto inclui Linha 2 do metrô de BH em programa de privatizações
2020/10/21 » Não investir no Brasil será um grande erro, afirma ministro
2020/10/21 » Inflação do aluguel sobe de 18,20% para 20,56% em 12 meses
2020/10/20 » Pacote comercial abre caminho para acordo mais amplo, diz governo
2020/10/20 » SP:acordo da ANTT permite investimento de R$ 6 bi em malha ferroviária
2020/10/20 » Como fazer a amortização do FGTS pelo celular
2020/10/19 » Comércio eletrônico e delivery aumentam consumo de embalagens
2020/10/19 » Doria apresenta plano de retomada econômica de São Paulo
2020/10/19 » Produção brasileira de aço cresce 7,5% em setembro
2020/10/16 » Indicador antecedente da economia brasileira cresce 1,2% em setembro
2020/10/16 » Atividade econômica tem alta de 1,06% em agosto, diz Banco Central
2020/10/16 » Rebanho bovino cresce em 2019, influenciado pelo cenário externo
2020/10/15 » Produção de motocicletas aumenta 13,1% em setembro
2020/10/15 » Ministério entrega à Presidência projeto de privatização dos Correios
2020/10/15 » Programa de suspensão de contrato e redução de jornada é prorrogado
2020/10/14 » Guedes defende reformas e rigor fiscal pós-pandemia a comitê do FMI

Ver mais »