Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Preços de alimentos puxam queda do IGP-10 em março 17/03/2008

 

Rio de Janeiro, 17/03/2008 - Os preços no varejo medidos pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que caíram de 0,64% em fevereiro para 0,04% em março, representaram o maior peso na desaceleração do Índice Geral de Preços-10 (IGP-10), divulgado hoje (17) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

A taxa foi puxada especialmente pelo grupo Alimentação, que registrou em -0,39% (no mês anterior, 1,33%). “Cerca de 80% da desaceleração do IGP-10 estão nesse grupo”, ressaltou o coordenador de Análises Econômicas da FGV, Salomão Quadros.

O destaque foram os preços das frutas, com queda de 4,17% ante o índice positivo de 4,09% em fevereiro. O preço do mamão papaya caiu 13,41% e o do tomate passou de uma alta de 19,28% em fevereiro para queda de 9,70% em março.

De acordo com a FGV, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que registrou alta de 0,49% na comparação com o resultado anterior (0,44%) foi puxado pelo item Materiais, com destaque para o aço.

“A alta dos vergalhões de aço nesse mês foi de 3,77%, a maior desde novembro de 2004”, informou Quadros, ao explicar que a “construção está em uma fase aquecida” e que o aumento de custos no setor siderúrgico foi repassado para as construtoras.

O economista da FGV também informou que o preço da madeira tem apresentado taxas em ascensão: “Sobe cerca de 1% ao mês e no acumulado do ano já são 10%, uma taxa superior à da maioria dos materiais de construção.”

Além de atribuir o resultado ao aumento da procura pelo produto, Quadros citou as fiscalizações que têm coibido a extração ilegal do produto. “A madeira tem sido procurada pelo lado da demanda, já que é utilizada não só na construção civil como também para móveis, e pelo lado da oferta. Com o impedimento da circulação de madeira clandestina pelas maiores fiscalizações, falta um pouco de madeira para a demanda total", informou.

 

 

 

 

 

Agência Brasil - Isabela Vieira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2021/01/25 » Pendências com o Simples atingem quase dois terços das empresas
2021/01/25 » Cepal: exportações da América Latina e do Caribe caíram 13% em 2020
2021/01/25 » Brasileiros acreditam que inflação será de 5,2% nos próximos 12 meses
2021/01/25 » Como contribuir para o INSS por conta própria
2021/01/25 » Como contribuir para o INSS por conta própria
2021/01/22 » Emprego cresce na indústria em um movimento atípico para dezembro
2021/01/22 » Monitor do PIB aponta alta de 1,1% na atividade econômica em novembro
2021/01/22 » Pesquisa da Conab indica queda na produção nacional de café em 2021
2021/01/21 » Entidades consideram acertada manutenção da Selic em 2% ao ano
2021/01/21 » Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
2021/01/21 » Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
2021/01/20 » ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
2021/01/20 » Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC
2021/01/20 » Confiança do empresário do comércio cai 2,2% em janeiro, diz CNC
2021/01/19 » CNI: faturamento da indústria cai pela primeira vez em sete meses
2021/01/19 » Produção de aço caiu 4,9% em 2020, informa o Instituto Aço Brasil
2021/01/19 » Atividade econômica tem alta de 0,59% em novembro, diz Banco Central
2021/01/19 » Atividade industrial desacelera em novembro de 2020
2021/01/18 » Saiba o que é a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)
2021/01/18 » China contribuiu com mais da metade do superávit comercial do Brasil

Ver mais »