Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Alimentos continuam pressionando a inflação, diz economista da Fipe 11/06/2008

 

São Paulo, 11/06/2008 - Os itens alimentícios na cidade de São Paulo subiram em média 5,25%, no período de janeiro a maio deste ano e, para o mês de junho, devem ter alta de 3,3%, segundo projeção feita hoje (11), pelo economista Márcio Nakane, coordenador da pesquisa sobre o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Ele prevê que, no ano, ocorra um aumento de 11% neste grupo, desde que se confirme expectativa de uma melhoria no quadro no segundo semestre. “Tudo vai depender do comportamento da economia e de como ficarão os preços diante de eventuais repasses sobre aumentos de custos de produção”, alertou Nakane.

O economista afirmou que, apesar da alta que vem sendo observada nos alimentos, a taxa em junho deverá ser um pouco inferior à da primeira prévia do mês (3,68%), que foi a mais elevada dos últimos seis anos.

Nakane fez uma simulação de como o aumento dos preços dos alimentos pesa sobre a inflação. Segundo ele, caso os preços deste grupo tivessem ficado estáveis, o IPC teria oscilado em apenas 0,48%, bem abaixo da medição de 1,30%, observada na primeira prévia de junho.

Por causa das elevações dos alimentos, o economista refez a previsão para o IPC de junho, alterando a taxa de 0,94% para l,03%. O arroz continua liderando o movimento de alta, sendo cotado até 21,86% mais caro do que na quadrissemana anterior.

O segundo sub-item de maior peso na composição inflacionária é energia elétrica (2,20%), seguida por reparo no domicílio (3,5%). “À exceção dos alimentos, observamos que todos os demais grupos já mostram desacelerações”, apontou Nakane.

Ele informou que o sub-item habitação foi o que teve o maior impacto dos gastos mais elevados com reparos no domicílio e energia elétrica, embora tenha tido ligeira desaceleração, passando de 0,74% para 0,73%. Pelas projeções do economista da Fipe, o grupo habitação poderá até cair para a metade e apresentar variação de 0,34%.

Ele apontou que um dos efeitos que também colaborou para a alta deste grupo, na primeira prévia do mês, foi o reajuste dos materiais de construção. “A mudança na cobrança do ICMS [ Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias], no estado de São Paulo, também contribuiu para onerar os preços”, disse Nakane, referindo-se ao recolhimento que passou a ser feito junto à indústria e não mais em cada elo da cadeia de produção e comercialização.

 

 

 

 

 

Agência Brasil - Marli Moreira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Últimas

2020/07/01 » Crise causa impacto na indústria, que precisa de mudança, diz CNI
2020/07/01 » Câmara aprova concessão de crédito para pequenas empresas
2020/07/01 » Entregadores de apps fazem greve nacional nesta quarta-feira
2020/07/01 » Auxílio emergencial de R$ 600 é prorrogado por mais dois meses
2020/06/30 » Consumidores mantêm intenção de comprar veículos mesmo com a crise
2020/06/30 » Brasil registra retração de 331,9 mil postos de trabalho em maio
2020/06/30 » Programa de suspensão de contrato e redução de jornada será estendido
2020/06/30 » Programa de redução de salário preserva 11,7 milhões de empregos
2020/06/29 » Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior
2020/06/29 » Entenda como Selic baixa pode influenciar seu bolso
2020/06/29 » SP: faturamento de 30% dos lojistas cai 90% no início da reabertura
2020/06/26 » Conselho reúne dicas para entrega da declaração do Imposto de Renda
2020/06/26 » Pesquisa mostra que solidariedade é maior entre moradores de favelas
2020/06/26 » Dia do Diabetes reforça importância de hábitos saudáveis na pandemia
2020/06/25 » Nuvem de gafanhotos: governo declara emergência fitossanitária
2020/06/25 » Saque imediato do FGTS deve ser declarado no Imposto de Renda
2020/06/25 » Ministra diz que Brasil pode intensificar produção sem derrubar árvore
2020/06/24 » Pequenos negócios oferecem novos produtos e adotam venda onlin
2020/06/24 » Covid-19: com mais de 434 óbitos em um dia, São Paulo tem novo recorde
2020/06/24 » Parceria quer agilizar investimento em inovação na área têxtil

Ver mais »