Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Cartão BNDES registra aumento de 277% nos financiamentos de empresas do setor de moda 14/01/2009

 

Rio de Janeiro, 13/01/2009 - As micro, pequenas e médias empresas do setor de moda estão entre as que mais se destacaram no desembolso de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no ano passado. Elas realizaram 2.185 operações no valor de R$ 29,1 milhões, contra 635 operações em 2007, que somaram R$ 7,7 milhões. Um crescimento de 277%.

“A indústria da moda é uma indústria muito importante para nós porque é grande geradora de emprego. E o banco tem vários produtos para esse segmento. Entre eles, o Cartão BNDES, para as micro e pequenas empresas”, disse o chefe interino do departamento de Políticas de Comunicação do BNDES, Sérgio Carijó.

Segundo Sérgio Carijó, o Cartão BNDES foi o principal instrumento usado pelos empresários do setor na compra de insumos e equipamentos utilizados na indústria de confecção. O cartão é uma linha de crédito rotativo, pré-aprovado, para compra, pela internet, de máquinas e insumos que disponibiliza, no momento, mais de 100 mil produtos.

A linha de financiamento tem limite de até R$ 250 mil por cartão emitido e taxa de juros atual de 1,13% ao mês. O pagamento é feito em até 36 parcelas fixas. Ele revelou que o banco possui ainda outras linhas de financiamento para a indústria têxtil e de confecção, que incluem o BNDES Automático, Finame e linhas de crédito para exportação.

De acordo com informação da assessoria de imprensa do BNDES, os desembolsos destinados à produção têxtil somaram R$ 954 milhões no ano passado. Em 2007, as liberações para o setor alcançaram R$ 301 milhões. Para o segmento de confecção de vestuário e acessórios, os recursos financiados pelo banco totalizaram R$ 394 milhões em 2008, contra R$ 108 milhões no ano anterior.

Pelo terceiro ano consecutivo, o BNDES patrocina a bolsa de negócios da moda Fashion Rio, feira de moda que está sendo realizada na Marina da Glória, no Rio de Janeiro. “É uma experiência muito boa para o banco, tanto que já é o terceiro ano de apoio ao Fashion Business, disse Sérgio Carijó. (Agência Brasil - Alana Gandra)



Últimas

2021/05/06 » Entidades do setor produtivo criticam aumento de juros
2021/05/06 » Alta da Selic terá pequeno impacto sobre juros finais, diz Anefac
2021/05/06 » Copom eleva juros básicos da economia para 3,5% ao ano
2021/05/06 » Produção industrial cai 2,4% de fevereiro para março
2021/05/06 » Copom eleva juros básicos da economia para 3,5% ao ano
2021/05/05 » Dia das mães: data é a mais importante para o setor de flores
2021/05/05 » Relator da reforma tributária propõe fundir cinco tributos no IBS
2021/05/05 » Pagamento do abono anual para segurados da Previdência é antecipado
2021/05/05 » Medida restabelece regras flexíveis para compras e contratos públicos
2021/05/05 » Famílias com dívidas em atraso crescem para 67,3% em abril
2021/05/05 » MP reinstitui dispensa de licitação para compras relacionadas à covid
2021/05/05 » Reforma tributária tem de "atacar" programas de isenção, afirma Guedes
2021/05/05 » Inflação na saída das fábricas fica em 4,78% em março, diz IBGE
2021/05/04 » Balança comercial tem melhor saldo da história para meses de abril
2021/05/04 » Petróleo: produção na Bacia de Santos ultrapassa 70% do total nacional
2021/05/04 » Brasil não renovará pacto de transporte naval com Argentina e Uruguai
2021/05/04 » Mercado financeiro espera que Selic suba para 3,5% ao ano nesta semana
2021/05/03 » Maior leilão da história trará o 5G ao Brasil
2021/05/03 » Trabalho em home office tende a continuar após fim da pandemia
2021/05/03 » Banco Central nega falha de segurança no Pix e adverte contra golpes

Ver mais »