Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Integração sul-americana na área de propriedade industrial beneficiará usuários 13/01/2009

 

Rio de Janeiro, 12/01/2009 - A integração sul-americana dos serviços de propriedade industrial deve avançar a partir de março com uma doação de US$ 1 milhão pelo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O recurso, previsto no edital para desenvolvimento de bens públicos regionais do BID, será empregado na primeira etapa do plano de integração.

As informações são do presidente do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), Jorge Ávila. Segundo ele, a cooperação segue uma tendência que vem se aprofundando nos últimos tempos nos planos internacional e regional.

"No plano regional a idéia é construir mecanismos que garantam que as regiões ou o conjunto de países próximos consigam manter uma autonomia na decisão de patentes, apesar  do aumento do volume [de pedidos] e do aumento da complexidade”, afirmou.

De acordo com ele, o objetivo na América do Sul é aprofundar "de maneira radical" a cooperação entre os institutos para que eles possam compartilhar, além de bancos de dados, sistemas de informação e trabalho de técnicos, também a infra-estrutura física.

“Isso permitirá que um escritório de um país possa se valer das competências que ele não possua e que estejam mais bem desenvolvidas em outro instituto da região”, explicou Ávila.

Ele também destacou a importância da plataforma comum de propriedade industrial na América do Sul para os usuários.

“A plataforma tem a função de permitir que o cidadão de qualquer país sul-americano acesse um único endereço na internet e consiga informação sobre todo o estado de marcas e  patentes no continente inteiro”, disse.

Para o presidente do INPI a nova estrutura irá conduzir à criação de uma interface única.

“A partir do seu computador, entrando em um único ponto, você pode pedir o registro de sua marca em todos os países da região, pode depositar sua patente simultaneamente em todos os países. É uma plataforma que além de agilizar o trabalho dos INPIs, permitindo que eles troquem experiências e aumentem a qualidade dos serviços, também facilita a vida do usuário”.

Àvila informou que a primeira fase do projeto está em andamento. Ela corresponde ao levantamento de todos os sistemas existentes na região ou fora dela, que possam ser cedidos ou licenciados para ser utilizados na montagem da arquitetura da futura plataforma comum.

De acordo com ele, o aporte finaceiro do BID servirá para a conclusão dessa  primeira etapa, permitindo a formulação de um projeto lógico da plataforma comum de sistemas.

A previsão é que a primeira etapa do projeto esteja concluída em 18 meses e que a plataforma entre em operação em até dois anos e meio. O projeto total tem custo estimado entre US$ 5 milhões e US$ 10 milhões, metade dos quais será gasto com contratação de serviços. Além dos recursos do BID, também haverá contrapartida técnica e financeira dos países. (Agência Brasil - Alana Gandra)



Últimas

2020/08/13 » Soros produzidos por cavalos têm anticorpos potentes para covid-19
2020/08/13 » Instituto alemão diz que vacina pode estar disponível logo
2020/08/13 » Lucro líquido da Eletrobras chega a R$ 4,6 bilhões no trimestre
2020/08/12 » Conselho do FGTS aprova distribuição de R$ 7,5 bi para trabalhadores
2020/08/12 » Guedes diz que não apoia eventual tentativa de furar teto de gastos
2020/08/12 » Produção industrial cresce em 14 locais em junho, diz IBGE
2020/08/11 » Vendas para China preveniram choque nas exportações, diz Guedes
2020/08/11 » Débitos de difícil recuperação com o Simples podem ser parcelados
2020/08/11 » Auxílio emergencial manteve economia ativa em municípios mais pobres
2020/08/10 » Sem título
2020/08/10 » SP ultrapassa 25,1 mil mortes causadas por covid-19
2020/08/10 » Como é feita média móvel de casos de covid-19
2020/08/07 » MP destina R$ 1,99 bilhão para viabilizar vacina contra covid-19
2020/08/07 » Cursos de qualificação profissional têm alta demanda na pandemia
2020/08/07 » Senai ensina indústrias a produzirem EPI contra novo coronavírus
2020/08/06 » Bolsonaro sanciona lei de negociação de dívidas das micro empresas
2020/08/06 » Baixa inflação permitiu corte nos juros, avaliam entidades
2020/08/06 » Copom reduz juros básicos da economia para 2% ao ano
2020/08/05 » Dezenas de empresas aderem à Semana Brasil 2020
2020/08/05 » Semana Brasil terá edição 2020 e deve ajudar na retomada da economia

Ver mais »