Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Conab vai realizar leilão para produtores de milho 19/02/2009

 

Brasília, 18/02/2009 - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizará amanhã (19) um leilão de Contrato de Opção de Venda para produtores de milho. Ao adquirir esse contrato, o agricultor tem a segurança do preço mínimo e de que venderá seu produto após a colheita. Caso o preço de mercado esteja inferior ao que foi definido no contrato, ele tem a garantia e opção de vender para o governo.

Serão ofertados contratos para 600 mil toneladas de milho, sendo 200 mil do Paraná, 200 mil de Mato Grosso, 100 mil de Mato Grosso do Sul e 100 mil de Minas Gerais. As cooperativas rurais também podem participar do leilão. O preço da saca de 60 quilos será de R$ 18,84, com exceção do estado de Mato Grosso, onde o preço foi estipulado em R$ 15,36.

“Esses valores correspondem ao preço mínimo agregado ao custo de carregamento. Os produtores já têm esse preço futuro de mercado garantido para o momento em que entregarem o milho nos armazéns credenciados da Conab”, explicou, em nota do Ministério da Agricultura, o coordenador-geral de Cereais e Culturas Anuais, Silvio Farnese.

As operações terão vencimento no dia 1º de setembro, mas segundo o Ministério da Agricultura, esse prazo pode ser antecipado em até um mês.

Além dos contratos de opção do milho, a Conab também leiloará amanhã (19) 74,85 mil sacas de café arábica em grãos. Segundo o diretor de Gestão de Estoques da estatal, Rogério Colombini, a medida visa regular o preço e a quantidade do produto no mercado. A saca de 60 quilos terá preço de abertura de R$ 222. O produto é da safra 2002/03 e está em armazéns públicos no Paraná.

É a primeira vez, desde 2005, que o governo coloca no mercado uma quantidade grande de café. Naquele ano foram negociadas 290 mil sacas. No ano passado, foram ofertados apenas pequenos lotes, com a venda de 8 mil sacas. Já estão previstos para as próximas semanas mais três leilões, totalizando cerca de 130 mil toneladas de café oriundos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé).
            
Para participar do leilão de café, os interessados precisam se cadastrar em uma bolsa de mercadorias. A operação é eletrônica e os lances podem ser dados via internet de qualquer região do país. Concretizada a negociação, os compradores terão até o dia 3 de março para fazer o pagamento. (Agência Brasil - Danilo Macedo)



Últimas

2020/09/21 » Turismo: metade das operadoras vende viagens para novembro e dezembro
2020/09/21 » Covid-19: maioria dos estados segue sem aulas presenciais
2020/09/21 » O que é o Sistema S?
2020/09/18 » Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
2020/09/18 » Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro
2020/09/18 » IBGE: desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto
2020/09/18 » CNI apresenta propostas para retomada da economia
2020/09/18 » Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses
2020/09/18 » Governo já desembolsou R$ 197 bilhões em auxílio emergencial
2020/09/17 » Entidades elogiam decisão do Copom de manter a Selic
2020/09/17 » Prefeitura de São Paulo adota home office permanente
2020/09/17 » PIB tem queda de 4% no trimestre encerrado em julho, aponta FGV
2020/09/16 » Petrobras quer vender mais ativos de exploração e produção
2020/09/16 » Saques no comércio com Pix começam no 2º trimestre de 2021
2020/09/16 » Concessionária da Malha Paulista e Norte-Sul antecipa outorgas
2020/09/15 » Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo
2020/09/15 » União pode quebrar se forem criados novos fundos, diz Guedes
2020/09/15 » Medidas de ajuste fiscal podem gerar economia de R$ 816 bi em dez anos
2020/09/14 » Governo federal qualifica rodovias e portos no PPI
2020/09/14 » Indicador de Atividade Econômica aponta crescimento de 2,8% em julho

Ver mais »