Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Ipea avalia que quadro recessivo mundial não atingirá país no primeiro trimestre de 2009 19/02/2009

 

Brasília, 18/02/2009 - O diretor de Estudos Setoriais do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Márcio Wohlers, disse hoje (18) que o quadro recessivo observado nos países desenvolvidos não está posto para a economia brasileira. “A gente não pode projetar para o primeiro trimestre de 2009 o que aconteceu no trimestre terrível do final de 2008", afirmou.

Para o diretor do Ipea, não há como prever os números do PIB, mas é possível projetar que a economia não tende a entrar em rota recessiva, apesar do quadro de insegurança mundial.

“Diante das transferências sociais, do aumento de famílias nos programas Bolsa Família e Fome Zero, do adiantamento [do reajuste] do salário mínimo e das medidas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) os efeitos da crise devem ser reduzidos no país, impedindo a entrada numa rota recessiva”, destacou.

Em relação ao PAC, Wohlers argumentou que o programa tem um grau de execução, muitas vezes, aquém do desejado, por questões regulatórias e ambientais que já estão sendo resolvidas, e por isso mesmo ele tem duração quinqüenal.

“O importante é que o PAC tem fontes de financiamento e apoio do Ministério da Fazenda. É um dos aspectos positivos fundamentais anti-crise da economia brasileira”, ressaltou.

O diretor também anunciou um cenário melhor para a indústria. Para Wohlers o “dezembro dramático” de 2008 não se repetirá em 2009. Segundo ele, um dos indicativos disso é que o volume de vendas e produção de veículos leves cresceu 3,16% neste mês, em relação a dezembro de 2008, embora esteja abaixo de janeiro do ano passado, quando cresceu 7,6%. Ele também apontou o aumento de 1% no consumo de energia elétrica em comparação com dezembro.

Wohlers acredita, no entanto, em função da crise, poderá haver uma redução das exportações na área agrícola, com sua primeira queda em dez anos. O recuo está relacionado à baixa dos preços das principais commodities agrícolas exportadas pelo Brasil, cuja queda prevista é de 11%. (Agência Brasil - Lisiane Wandscheer)



Últimas

2020/09/22 » Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA
2020/09/22 » Estudo brasileiro aponta que covid-19 pode causar danos cerebrais
2020/09/22 » Mercado financeiro reduz projeção de queda da economia para 5,05%
2020/09/21 » Turismo: metade das operadoras vende viagens para novembro e dezembro
2020/09/21 » Covid-19: maioria dos estados segue sem aulas presenciais
2020/09/21 » O que é o Sistema S?
2020/09/18 » Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
2020/09/18 » Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro
2020/09/18 » IBGE: desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto
2020/09/18 » CNI apresenta propostas para retomada da economia
2020/09/18 » Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses
2020/09/18 » Governo já desembolsou R$ 197 bilhões em auxílio emergencial
2020/09/17 » Entidades elogiam decisão do Copom de manter a Selic
2020/09/17 » Prefeitura de São Paulo adota home office permanente
2020/09/17 » PIB tem queda de 4% no trimestre encerrado em julho, aponta FGV
2020/09/16 » Petrobras quer vender mais ativos de exploração e produção
2020/09/16 » Saques no comércio com Pix começam no 2º trimestre de 2021
2020/09/16 » Concessionária da Malha Paulista e Norte-Sul antecipa outorgas
2020/09/15 » Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo
2020/09/15 » União pode quebrar se forem criados novos fundos, diz Guedes

Ver mais »